Quarta-feira, 19 de Janeiro de 2022

Home Colunistas Para desespero do MST, meta do governo federal é entregar este ano 130 mil títulos aos assentados

Compartilhe esta notícia:

Contra a vontade do MST, organização clandestina e criminosa que manteve ao longo de muitos anos produtores sem terra sob seu controle mediante artifícios de coação e ações violentas, o Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária, através do programa Titula Brasil, concedeu até o momento 91,7 mil títulos de propriedade a produtores rurais beneficiários da reforma agrária em 2021. Segundo o presidente Jair Bolsonaro, “é uma carta de alforria, que dá liberdade e dignidade a estes trabalhadores: em São Paulo por exemplo, é a primeira vez que isso aconteceu, e famílias aguardavam por esse momento há quase vinte anos, em todo o Brasil”. A estimativa do Incra, para desespero do MST, é atingir, ainda neste ano, 130 mil entregas de títulos provisórios e definitivos para agricultores familiares nos mais de nove mil assentamentos do país.

Queimando bandeiras do MST

O presidente Jair Bolsonaro publicou recentemente um vídeo em suas redes sociais em que mostra ex-membros do Movimento dos Sem Terra no Sul da Bahia reagindo após receberem títulos de propriedade do governo federal. Na publicação, os ex-MST queimam e destróem bandeiras do movimento e enaltecem o presidente.

Em Serrana, modelo de vacinação, aumentam casos de covid

A cidade de Serrana, que cobriu toda população em maio (56% das doses aplicadas no município, excluindo-se as doses de reforço foram da vacina Coronavac), num estudo do Instituto Butantan sobre a efetividade de vacinas, teve triplicados casos confirmados da doença. Serrana teve vacinação mais rápida que no restante do Brasil. O boletim epidemiológico da prefeitura mostra que em maio com a cobertura vacinal completa, ocorreram 1.272 casos notificados e 333 confirmados. Os números não diminuíram: em outubro, foram 1.320 notificados e 563 confirmados.

A hipocrisia da mídia e da esquerdas: Brasil só emite 2,9% de gás estufa

O discurso unificado da esquerda e dos consórcios de mídia aparelhados tenta mostrar o Brasil como vilão do meio ambiente.

A realidade: o Brasil responde por 2,9% dos gases de efeito estufa do planeta. A China, a nação que mais contribui para o aquecimento global, Estados Unidos, Índia e União Europeia juntos, respondem por 51,2% dos gases de efeito estufa.

Demora de Alcolumbre pode ser plano para beneficiar criminosos no STF

Não há dúvida: o Senador Davi Alcolumbre, presidente da Comissão de Constituição e Justiça do Senado, é mais um a envergonhar a casa, ao trancar, desde abril, a votação do nome indicado pelo presidente da República para ocupar o cargo que está vago no Supremo Tribunal Federal. Mas, se verificarmos a pauta do STF, esta atitude pode até ser premeditada: a falta de um ministro tem favorecido o julgamento de notórios e milionários bandidos, já que na segunda turma do STF, com quatro ministros, não há voto de desempate. E o empate beneficia aos criminosos. Alcolumbre, que chegou ao Senado pelo Amapá, com seus 131 mil votos não seria eleito prefeito de Caxias do Sul (RS) onde Adiló Didomenico precisou de 136 mil votos.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Colunistas

Fatos históricos do dia 7 de novembro
Fatos históricos do dia 8 de novembro
Deixe seu comentário
Pode te interessar
Baixe o app da RÁDIO Pampa App Store Google Play

No Ar: Atualidades Pampa