Quarta-feira, 08 de Dezembro de 2021

Home Mundo Parlamentar britânico morre após ser esfaqueado durante evento em igreja

Compartilhe esta notícia:

David Amess, um parlamentar britânico de 69 anos, morreu após ser esfaqueado durante um encontro com eleitores em uma igreja de Essex, na Inglaterra, nesta sexta-feira (15), informou a polícia.

Segundo a emissora britânica Sky, um homem invadiu no local onde o encontro acontecia e esfaqueou o parlamentar “diversas vezes”.

Em nota, a polícia afirmou que chegou ao local e encontrou um homem ferido, que chegou a ser tratado pelo serviço de emergência, mas morreu no local.

O caso foi declarado um ato terrorista e a investigação está a cargo da unidade antiterrorismo, informou à noite a Polícia Metropolitana. Em comunicado, a Scotland Yard afirmou que “a investigação inicial revelou uma motivação potencial ligada ao extremismo islâmico”.

A polícia afirmou ainda que um homem de 25 anos, suspeito pelo ataque, foi preso e que não há buscas por mais nenhum envolvido, uma vez que tudo leva a crer que ele agiu sozinho. Dois endereços em Londres estão sendo alvo de buscas.

Amess era do Partido Conservador do Reino Unido, o mesmo do primeiro-ministro Boris Johnson. Ele era o parlamentar do distrito de Southend West, na região de Essex.

O político foi eleito para o Parlamento pela primeira vez em 1983, para representar o distrito de Basildon. Ele passou a concorrer no distrito de Southend West a partir de 1997.

Em seu site, ele afirmava que seus principais interesses são bem-estar animal e temas ligados às campanhas “pró-vida”, contra o aborto.

Políticos lamentam

Carrie Johnson, mulher do premiê Boris Johnson, foi uma das primeiras a se pronunciar. Ela afirmou que estava devastada com a notícia.

“Ele era muito gentil e bondoso, uma pessoa que amava os animais e um verdadeiro ‘gentleman’. Isso é completamente injusto”, ela afirmou.
Os ministros da Educação e da Saúde do Reino Unido, Nadhim Zahawi e Sajid Javid, respectivamente, também lamentaram a morte de Amess.

Outro ataque

Em 2010, um parlamentar do Partido Trabalhista foi esfaqueado em seu escritório regional.

Em 2016, a parlamentar Jo Cox foi baleada e morta dias antes do referendo que decidiu pelo Brexit.

 

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Mundo

Viagem aos Estados Unidos: veja regras que estão valendo e vacinas aceitas
Governo brasileiro afirma que acompanha “com preocupação” a violência em Beirute, no Líbano
Deixe seu comentário
Pode te interessar
Baixe o app da RÁDIO Pampa App Store Google Play

No Ar: Pampa Na Madrugada