Terça-feira, 23 de Julho de 2024

Home Variedades “Pessoas como Hebe Camargo não morrem nunca”, exalta Eliana

Compartilhe esta notícia:

Eliana exaltou a figura de Hebe Camargo, apresentadora de TV que morreu aos 83 anos, em 2012, em entrevista à revista Quem publicada no fim de semana. A apresentadora destacou a atuação da colega no Teleton ao longo dos anos e falou sobre sua importância para a TV.

“Entre nós, artistas, comentamos que ninguém é como ela. A maioria das pessoas conheceu a Hebe dos palcos. Nós, que tivemos a oportunidade de tê-la por perto, sabemos que ficou uma lacuna”, afirmou.

Em seguida, Eliana disse: “A Hebe é muito viva, pessoas como ela não morrem nunca. A alma, a história e o legado ficam para sempre. Um detalhe particular: na agenda do meu celular o número da Hebe ainda está lá. Ela sempre vai estar viva”.

Com o posto de madrinha do Teleton, antes ocupado pela veterana, Eliana enaltece que a AACD (Associação de Assistência à Criança Deficiente) tem enorme gratidão por Hebe – foi ela quem sugeriu a Silvio Santos que a instituição fosse auxiliada por uma atração de TV e o apresentador apostou na versão brasileira do Teleton, exibido anualmente desde 1998. Originalmente, o primeiro “Telethon” (television + marathon) aconteceu nos Estados Unidos, em 1949, e a ideia foi levada a países da Europa, Ásia, Oceania e América Latina.

Hebe Camargo morreu em 29 de setembro de 2012, dois dias após assinar um contrato que marcaria seu retorno ao SBT após um período na RedeTV!.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Variedades

Falta de serotonina pode ser explicação para a covid longa
Entenda o que é o novo recurso do Google que vai deixar a sua conta “blindada”
Deixe seu comentário
Baixe o app da RÁDIO Pampa App Store Google Play

No Ar: Pampa News