Quinta-feira, 30 de Maio de 2024

Home Economia Petrobras vai reduzir preços de combustíveis na próxima semana

Compartilhe esta notícia:

Jean Paul Prates, presidente da Petrobras, disse que a nova estratégia comercial de preços que está sendo desenvolvida vai ser anunciada na próxima semana. Lembrou ainda que poderá haver queda nos preços de alguns combustíveis.

“Semana que vem vamos falar de preço. Há chance de reajuste na semana que vem, de fazer uma avaliação (de preços) em alguns combustíveis. Mas não vou dar spoiler”, disse Prates.

Dados da Abicom, que reúne os importadores, revelam que o valor da gasolina no Brasil está maior em relação ao mercado internacional desde o fim do mês passado. Nessa sexta-feira (12), por exemplo, a gasolina nos polos da Petrobras era vendida R$ 0,39 acima do exterior. O mesmo ocorre com o diesel. O valor da estatal está R$ 0,28 maior.

Segundo ele, a Petrobras vai seguir o critério de estabilidade de preços frente a volatilidade internacional. Além disso, destacou que haverá atratividade para o cliente.

“Não haverá uma abdicação das vantagens da empresa como ter refino e produção no Brasil. Não precisamos ter uma maratona de 118 reajustes de combustíveis como em 2017. Vamos continuar seguindo a competitividade interna em cada mercado que participamos e a referência internacional.”

Segundo Prates, a estatal vai praticar preços em equilíbrio com o mercado internacional que garantam a competitividade da companhia:

“Seguimos comprometidos em praticar preços em equilíbrio com o mercado que garantam a competitividade da empresa sem perder a participação de mercado em cada área de influência das refinarias. Nos últimos cem dias, o diesel caiu 23% nas refinarias, a gasolina caiu 4% e o gás natural caiu 19%”, disse Prates.

Dividendos

O conselho de administração da Petrobras aprovou, na última quinta (11), o pagamento de dividendos no valor de mais de R$ 24,65 bilhões. A empresa confirmou pagamento de dividendos de R$ 1,893577 por ação.

Os dividendos aprovados hoje estão em linha com os valores pagos pela companhia nos últimos trimestres. A Petrobras divulga os resultados do primeiro trimestre de 2023 após o fechamento do mercado.

No comunicado enviado ao mercado, a estatal acrescentou que seu conselho de administração determinou que a diretoria executiva elabore proposta de ajuste do Planejamento Estratégico em curso e aperfeiçoamento da política de remuneração aos acionistas da Petrobras, incluindo a possibilidade de recompra de ações.

A diretoria terá que submeter essas matérias para deliberação do conselho antes do encerramento do mês de julho deste ano.

Com relação à remuneração aos acionistas aprovada, a empresa ressaltou que “o montante está alinhado à política de remuneração aos acionistas vigente, que prevê que, em caso de endividamento bruto inferior a US$ 65 bilhões, a Petrobras deverá distribuir aos seus acionistas 60% da diferença entre o fluxo de caixa operacional e as aquisições de ativos imobilizados e intangíveis (investimentos)”.

“Esta aprovação é compatível com a sustentabilidade financeira da companhia”, diz a empresa em comunicado enviado ao mercado.

A remuneração aos acionistas será paga em duas parcelas nos meses de agosto e setembro, da seguinte forma: a primeira parcela, no valor de R$ 0,946788 por ação em circulação, será paga em 18 de agosto de 2023.

 

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Economia

Inflação deve ganhar força no 2º semestre; veja o que ficará mais caro
Governo zera imposto de importação para roteadores wi-fi e mais seis produtos
Deixe seu comentário
Baixe o app da RÁDIO Pampa App Store Google Play

No Ar: Pampa Na Tarde