Terça-feira, 17 de Maio de 2022

Home Porto Alegre Porto Alegre fecha 2021 com terceira cesta básica mais cara do País, aponta Dieese

Compartilhe esta notícia:

O Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese), divulgou nesta sexta-feira (7) o balanço do mês de dezembro de 2021 do valor da cesta básica em Porto Alegre. Conforme as informações, a Capital gaúcha tem a terceira cesta básica mais cara do País, custando R$ 682,90, atrás apenas de São Paulo (R$ 690,51) e Florianópolis (R$ 689,56).

Em relação a novembro de 2021, houve queda no preço da cesta básica, de cerca de R$ 2,50. Mas, ao se considerar todo o ano, a alta foi de 10,92%.

“O grande volume de exportações, o dólar em alta, a valorização desses itens no mercado internacional e problemas com o clima, além dos impactos com a alta dos combustíveis e energia elétrica encareceram os alimentos”, avalia a economista do Dieese, Daniela Sandi, sobre a variação de preços.

Dos 13 produtos pesquisados, 10 registraram aumento de preço. São eles:

Açúcar (61,73%)
Café (54,19%)
Tomate (35,04%)
Carne (18,76%)
Farinha de trigo (17,20%)
Pão (13,40%)
Manteiga (9,59%)
Feijão (5,87%)
Óleo de soja (4,75%)
Leite (1,60%)

Por outro lado, três itens ficaram mais baratos:

Batata (-28,55%)
Arroz (-20,63%)
Banana (-16,27%)

O Dieese sinaliza que, em 2021, houve o maior comprometimento médio com a compra da cesta básica para quem ganha salário mínimo nos últimos 16 anos, comprometendo mais de 64% da renda.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Porto Alegre

Em Porto Alegre, estátua do Laçador retorna ao Sítio na próxima terça-feira
Câmara dos Deputados faz reforma durante o recesso parlamentar; custo total é de R$ 789,1 mil
Deixe seu comentário
Pode te interessar
Baixe o app da RÁDIO Pampa App Store Google Play

No Ar: Atualidades Pampa