Quarta-feira, 18 de Maio de 2022

Home Rio Grande do Sul Prefeitura de Cidreira apura caso de idosa que acordou após ter sido dada como morta em posto de saúde

Compartilhe esta notícia:

A prefeitura de Cidreira, no Litoral Norte gaúcho, informou que está apurando o caso de uma idosa que acordou após ter sido dada como morta no posto de saúde Eva Dias de Melo, no dia 31 de dezembro.

O óbito foi atestado pela equipe médica depois que a paciente, de 78 anos, teve duas paradas cardíacas e ficou inconsciente. O funcionário de uma funerária percebeu que Clotilde Rieck não havia morrido quando retiraria o corpo do necrotério para a realização do velório.

O homem comunicou o fato aos familiares, que ficaram perplexos com a notícia. Depois, a idosa foi encaminhada para a Santa Casa de Porto Alegre e passa bem.

“Acerca do episódio do possível erro médico ocorrido no Posto de Saúde Eva Dias de Melo em Cidreira, esclareço que no dia do acontecido não estava no Município, sendo informado através das redes sociais. No mesmo instante, contatei a diretora do Posto 24h para me inteirar dos fatos e determinei que fosse prestada toda assistência à paciente e seus familiares e que a médica fosse dispensada do seu plantão imediatamente. Salientamos que a Administração Municipal, através da Secretária Municipal de Saúde, está apurando o ocorrido, bem como a responsabilidade da médica que atestou o óbito da paciente. Foi registrado também um boletim de ocorrência na Delegacia da Polícia Civil de Cidreira e exigido para que a empresa contratada afaste a profissional dos serviços prestados em nosso município”, afirmou o prefeito de Cidreira, Elimar Pacheco, por meio de nota.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Rio Grande do Sul

“A gente vai arrebentar essa polarização”, diz o pré-candidato à Presidência Sérgio Moro
Onça foge de recinto no zoológico de Brasília, e visitantes são retirados às pressas
Deixe seu comentário
Pode te interessar
Baixe o app da RÁDIO Pampa App Store Google Play

No Ar: Atualidades Pampa