Terça-feira, 27 de Fevereiro de 2024

Home Colunistas Presidente do PL conversou com Jair Bolsonaro: “continuem na luta. Bolsonaro não vai decepcionar ninguém”

Compartilhe esta notícia:

O presidente do PL, Valdemar da Costa Neto, comenta as últimas ações da Justiça Eleitoral contra deputados, senadores e contra os manifestantes. Segundo ele, “fui surpreendido com a aceitação de um processo contra os nossos candidatos, contra nosso senador. No TSE aceitaram na hora um processo pelo que eles falaram. A constituição é clara: o deputado e senador tem autonomia para falar o que ele bem entender, desde que não esteja defendendo o mal. Eles estão defendendo as posições deles, e nós vamos lutar até o final”. O presidente do PL comentou ainda, a posição do ministro Alexandre de Moraes “de mandar a Polícia Federal atrás desse pessoal que está protestando na rua em favor de Bolsonaro. Essas famílias que estão nos prestigiando, têm todo o nosso apoio. Só não tem o nosso apoio quem faça as coisas erradas. Nós não queremos que ninguém impeça estrada, que ninguém impeça ruas. O nosso povo que está acampado, é gente de respeito, são famílias. E esse segmento de direita veio para ficar. Bolsonaro teve quase 60 milhões de votos. Esses movimentos de direita terão o nosso apoio, sempre dentro da lei. O nosso pessoal todo anda dentro da lei, e nós não prestigiamos quem anda fora da lei.
Quero agradecer a vocês que estão na rua, que estão ainda lutando. Continuem na luta. O Bolsonaro não vai decepcionar ninguém.”

Desarmamento precede a ditadura

Diante da declaração do futuro ministro da Justiça, Flavio Dino, defendendo a revogação dos decretos que flexibilizam o porte de armas por cidadãos que cumpram as exigências legais, o deputado federal Eduardo Bolsonaro alertou ontem que “desarmamento precede a ditadura ou é a primeira medida de um pretenso ditador.” Eduardo Bolsonaro comentou ainda:

“A história nos ensina, basta ver a conduta dos maiores genocidas do planeta: Stalin, Mao Tsé-Tung, Hitler, Fidel Castro, Hugo Chávez dentre outros. Todos desarmamentistas. Pegar arma de quem tem ficha limpa, endereço certo e todas as armas declaradas é fácil. Armas estas que nunca serviram para trocar tiro com polícia ou estiveram num roubo. As armas empunhadas por CuPinXas que assassinam, estas vocês não estão preocupados, né. Será por quê?”

Sabem quem na Petrobrás?

No vale-tudo onde dois ministros anunciados pelo futuro governo – Rui Costa, para a Casa Civil e Luis Marinho, para o Trabalho – estão enrolados em denúncias de improbidade pública que superam os R$ 120 milhões em desvios, agora surge mais uma pérola de especulação:

“Dilma Roussef poderá presidir a Petrobrás.”

Ação proposta no STM contra Alexandre de Moraes é inconstitucional

No ultimo dia 8, o ex-juiz Wilson Issao Koressawa protocolou no Superior Tribunal Militar, ação na qual pedia a prisão do ministro do STF e atual presidente do TSE, Alexandre de Moraes.

O Superior Tribunal Militar negou o pedido de habeas corpus criminal contra Alexandre de Moraes, por ser inconstitucional. O entendimento é do ministro da Corte militar, almirante de esquadra Cláudio Portugal Viveiros.

PEC do Rombo enfrenta um problema insolúvel: a falta de dinheiro

Há uma razão mais grave para o presidente da Câmara dos Deputados Arthur Lira segurar a votação da PEC do Rombo,ou da Gastança: o risco de enquadramento de todos, em uma pedalada fiscal. A conversa com os líderes continua, tentando votar a proposta ainda na próxima semana, antes do encerramento do ano legislativo. Porém, uma análise confiável realizada pela equipe econômica, indica que mesmo aprovando a PEC que autoriza gastos além do orçamento, há um problema intransponível e um risco legal: não haverá dinheiro suficiente no caixa para pagar os gastos projetados para o Bolsa Família, recompor orçamento e distribuir emendas em 2023. Resumindo: a PEC não vai criar um dinheiro que não tem de onde surgir.

O recado de Tasso Jereissati: tucanos começam a recuar

Até mesmo os tucanos que deram forte aval para o projeto da candidatura de Lula, começam a recuar diante da sequência de tropelias. Um exemplo, é o senador Tasso Jereissati, que considerou um retrocesso a mudança na Lei das Estatais, que permitirá a Lula, lotear as empresas públicas em troca de apoio político. Soma-se a isso a indicação para posições relevantes do futuro governo, de nomes ligados a denúncias de corrupção. Os tucanos estão verificando que não vale a pena colar imagem no futuro governo, sob pena de inviabilizar um projeto político para 2026.

Nora de Renan Calheiros agora é conselheira do Tribunal de Contas

Alagoas, definitivamente, está sob o domínio de Renan Calheiros. A Assembleia Legislativa de Alagoas aprovou, a indicação da administradora Renata Calheiros para o cargo vitalício de conselheira do TCE (Tribunal de Contas do Estado). Ela é esposa do ex-governador e senador eleito Renan Filho (MDB) e nora do senador Renan Calheiros (MDB), ambos por Alagoas.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Colunistas

PEC Fura-teto: deputado ameaça deixar relatoria
Cercando o quintal
Deixe seu comentário
Baixe o app da RÁDIO Pampa App Store Google Play

No Ar: Pampa Na Tarde