Sexta-feira, 21 de Junho de 2024

Home Mundo Quarenta brasileiros deixam Kiev, na Ucrânia, e embarcam em trem rumo à Romênia, diz Itamaraty

Compartilhe esta notícia:

O Ministério das Relações Exteriores informou que 40 brasileiros embarcaram neste sábado (26) em Kiev, capital da Ucrânia, que é alvo de ataques russos, para a cidade de Chernivtsi, próxima à fronteira com a Romênia.

Segundo o Itamaraty, os brasileiros seguirão até a fronteira, onde serão recepcionados por funcionários da Embaixada do país em Bucareste. O trem deixou Kiev por volta das 16h50min locais (11h50min de Brasília).

O ministério ainda confirmou que outros brasileiros e cidadãos de outros países da América Latina cruzaram a fronteira, neste mesmo ponto, na manhã deste sábado, e estão a caminho da capital da Romênia.

“O Itamaraty está coordenando a operação por meio de contato direto com o chefe da estação central de trens de Kiev, das autoridades locais em Chernivtsi e das autoridades migratórias romenas, além de missão enviada pela Embaixada em Bucareste à fronteira”, acrescentou o órgão.

O conflito

Após meses de escalada militar e intemperança na fronteira com a Ucrânia, a Rússia atacou o país do Leste Europeu. No amanhecer de quinta-feira (24), as forças russas começaram a bombardear diversas regiões do país.

Horas mais cedo, o presidente russo, Vladimir Putin, autorizou uma “operação militar especial” na região de Donbas (ao Leste da Ucrânia, onde estão as regiões separatistas de Luhansk e Donetsk, as quais ele reconheceu independência).

O que se viu nas horas a seguir, porém, foi um ataque a quase todo o território ucraniano, com explosões em várias cidades, incluindo a capital Kiev.

De acordo com autoridades ucranianas, dezenas de mortes foram confirmadas nos exércitos dos dois países.

Em seu pronunciamento antes do ataque, Putin justificou a ação ao afirmar que a Rússia não poderia “tolerar ameaças da Ucrânia”. Putin recomendou aos soldados ucranianos que “larguem suas armas e voltem para casa”. O líder russo afirmou ainda que não aceitará nenhum tipo de interferência estrangeira.

Esse ataque ao ex-vizinho soviético ameaça desestabilizar a Europa e envolver os Estados Unidos.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Mundo

Força Aérea Brasileira coloca aviões de prontidão para retirada de brasileiros da Ucrânia
Forças do Reino Unido chegam à Europa Oriental para ampliar ação da Otan
Deixe seu comentário
Baixe o app da RÁDIO Pampa App Store Google Play

No Ar: Show de Notícias