Sexta-feira, 01 de Julho de 2022

Home coronavírus Rio Grande do Sul registra crescimento nas médias móveis de mortes e casos por Covid

Compartilhe esta notícia:

Outras 12 mortes por Covid-19 foram notificadas pela Secretaria da Saúde (SES) no Rio Grande do Sul. Com os registros desta quarta-feira (25), o Estado atinge 39.472 vítimas da doença desde o início da pandemia, em março de 2020.

Os óbitos informados pela SES ocorreram, na maioria, em maio, com exceção de um que aconteceu em abril. As vítimas, seis homens e seis mulheres, tinham entre 55 e 92 anos.

A média móvel de mortes é de oito registros diários. Como, há 14 dias, a média era de sete óbitos, houve um aumento de 28% no período, o que significa tendência de alta. A variação é impactada pela base baixa, na qual qualquer mudança apresenta percentual significativo.

Também foram notificados pela secretaria mais 6.474 infectados, alcançando 2.408.431 registros. A média diária de casos é de 3.354 infecções por dia na última semana. O indicador subiu 15% em relação à média de 14 dias atrás, dentro do limite de estabilidade.

Hospitalizações

Nos leitos clínicos, de acordo com a atualização mais recente, 469 pacientes têm confirmação e 190 estão com suspeita de Covid. A taxa de ocupação dos leitos de UTI no Rio Grande do Sul é de pouco mais de 72%, com 1.810 pacientes em 2.495 vagas. Houve uma redução de sete pacientes em 24 horas.

Do total de pessoas em terapia intensiva, pouco mais de 11% têm Covid (138 pessoas) ou a suspeita da doença (72 pessoas).

Vacinação

O vacinômetro não é atualizado desde segunda-feira (23). A última atualização mostra 4.822.244 pessoas, ou seja, 42% da população com o esquema com três doses ou duas, para quem recebeu a primeira da Janssen.

Além disso, outras 185 mil doses adicionais foram aplicadas em pessoas com baixa imunidade e outras 199 mil, como quarta dose. Desde a última semana, o estado autoriza a aplicação da quarta dose para pessoas com mais de 60 anos. Em Porto Alegre, o município atende maiores de 65 anos.

Apesar disso, 2,9 milhões de pessoas estão com o reforço em atraso, além de 744 mil que sequer completaram o esquema vacinal primário.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de coronavírus

Após ataque, presidente Joe Biden pede endurecimento de leis sobre armas nos Estados Unidos
Falta de energia elétrica deixa 22 bairros de Porto Alegre sem água
Deixe seu comentário
Pode te interessar
Baixe o app da RÁDIO Pampa App Store Google Play

No Ar: Pampa Na Tarde