Domingo, 23 de Junho de 2024

Home Celebridades Rodrigo Faro se pronuncia após ser citado em esquema de corrupção na Itália

Compartilhe esta notícia:

Rodrigo Faro se pronunciou nesta segunda-feira (27) após ser citado em um processo de esquema de corrupção na Itália. Ele e a esposa, Vera Viel, foram apontados como membros de uma rede de corrupção que falsificava documentos públicos, como passaportes. Segundo o portal italiano RAI News, o casal estaria sendo investigado pela polícia de Nápoles.

No Instagram, o perfil do apresentador emitiu uma nota oficial sobre o assunto, afirmando que ao casal teria sido enganado pela empresa – que foi indicada por amigos de Faro para emitir a cidadania italiana.

“Declaramos que no ano de 2021, indicado por um amigo que já havia tirado seu passaporte italiano, Rodrigo Faro deu início ao processo de cidadania italiana para adquirir o passaporte para ele e sua família. O escritório indicado para esse trabalho foi o Diritto Di Cittadinanza SRL”, iniciou o comunicado.

“Através de seus advogados aqui no Brasil forneceu toda a documentação necessária, comprovou laços com seus descendentes na Itália e o processo foi aprovado e os passaportes foram concedidos”, continuou.

Na madrugada desta segunda-feira, os guardas prenderam seis pessoas que colaboravam com a corrupção, entre elas dois brasileiros, quatro policiais e funcionários municipais. O texto apontou: “Hoje pela manhã, Rodrigo, bem como qualquer outro cliente que tenha contratado os serviços do referido escritório, foi pego de surpresa com o suposto envolvimento deles num esquema de corrupção para obtenção de cidadania e passaporte italiano”.

O comunicado aponta que Rodrigo Faro e a esposa foram vítimas do esquema. “As matérias repercutidas na imprensa brasileira deixam claro que Rodrigo e sua esposa foram citados como beneficiários do esquema, ou seja, foram vítimas desse escritório e de sua equipe, uma vez que contrataram o serviço de uma empresa supostamente legal, idônea e que seguia com os procedimentos de acordo com as leis italianas. Prova disso é que o processo foi aprovado e os passaportes foram emitidos”.

Nota oficial divulgada no perfil de Rodrigo Faro no Instagram (Foto: Reprodução)

“Rodrigo já acionou seus advogados aqui no Brasil para que todo esse mal entendido seja resolvido e para que os devidos responsáveis por esse suposto esquema de corrupção sejam devidamente punidos”, finalizou.

Entenda o motivo da operação 

Orientada pelo Ministério Público de Nápoles Norte, a Polícia Metropolitana de Nápoles criou a operação ‘Carioca’ para investigar uma rede de corrupção na cidade de Villaricca, que trabalhava com a falsificação de documentos governamentais.

Segundo reportagem da RAI News, os suspeitos teriam tentado alterar o modo de execução dos procedimentos legais para o reconhecimento da residência na cidade, e conceder passaportes para aqueles que não tinham direito a tais documentos.

De acordo com o que fora divulgado, Rodrigo Faro seria uma dessas pessoas que teriam tentado comprar a cidadania italiana e, além dele e de sua esposa, foram citados como beneficiários do escritório citado o jogador brasileiro que atua no Farense, de Portugal, Bruno Duarte, e outros empresários brasileiros. O esquema chamou a atenção da polícia, porque, mesmo sem terem ido à Villaricca, diversas personalidades da mesma nacionalidade ganharam acesso total à Itália através da mesma empresa.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Celebridades

Anitta lança mini clipe de “Fria”
Mulher de Caetano Veloso, Paula Lavigne quebra o silêncio sobre processo de ex-governanta
Deixe seu comentário
Baixe o app da RÁDIO Pampa App Store Google Play

No Ar: Pampa Na Tarde