Quarta-feira, 19 de Junho de 2024

Home Rio Grande do Sul Secretaria Estadual dos Transportes e prefeituras discutem a recuperação de rodovias e pontes. Prejuízo total é de R$ 3 bilhões

Compartilhe esta notícia:

Em nova reunião emergencial com prefeitos das regiões gaúchas dos Vales do Caí, Sinos e Paranhana, o titular da Secretaria Estadual de Logística e Transportes (Selt), Juvir Costella, detalhou ações em andamento para desobstruir, recuperar ou mesmo reconstruir estradas e pontes danificadas pelas enchentes. O prejuízo total é estimado em pelo menos R$ 3 bilhões.

As chuvas que atingiram o Estado provocam danos e alterações no tráfego nas rodovias gaúchas. No momento, são 98 trechos com bloqueios totais e parciais em 43 rodovias estaduais ou federais, incluindo nove pontes.

“Estamos trabalhando incansavelmente para que a burocracia não atrapalhe neste momento tão difícil para todos os gaúchos”, ressaltou Juvir. “Além disso, há um esforço conjunto com os prefeitos, pois sabemos que são eles que recebem diretamente as demandas das comunidades.”

Durante o encontro, realizado por meio de videoconferência, o secretário acrescentou que um dos focos estratégicos da mobilização realizada pelo governo gaúcho é o restabelecimento dos acessos aos municípios e a retomada de ligações regionais:

“Essa infraestrutura é fundamental para o deslocamento das pessoas, produtos e serviços. Em paralelo, continuamos dedicados à manutenção das estradas”.

Editais

Também nesta terça, o governo do Estado abriu três processos de credenciamento on-line para contratação de serviços técnicos de engenharia. O objetivo é selecionar empresas e profissionais para avaliação de pontes, pontilhões, imóveis urbanos e rurais, estradas vicinais e vias urbanas.

Podem participar dos certames pessoas jurídicas credenciadas no Portal do Fornecedor do RS e com registro no Conselho Regional de Engenharia e Agronomia (Crea). Ou, para avaliação de imóveis, no Conselho Regional de Arquitetura e Urbanismo (CAU).

A iniciativa permite que os fornecedores apresentem suas manifestações de interesse e documentos de habilitação pelo mesmo sistema no qual são realizadas as demais modalidades de licitação e contratação direta que envolvem concorrência pública.

Os editais abrangem tanto as áreas recentemente afetadas por chuvas intensas, enchentes e deslizamentos, quanto catástrofes futuras que possam resultar em decreto de calamidade ou estado de emergência.

Conforme detalhado em estado.rs.gov.br, esse credenciamento possibilita ao governo contratar mais de uma empresa ao mesmo tempo para realizar os serviços, a fim de economizar tempo e facilitar a captação de recursos federais para reconstrução de infraestruturas.

(Marcello Campos)

 

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Rio Grande do Sul

É falso que Havan tenha anunciado ar-condicionado a R$ 149,90 para arrecadar fundos ao RS
Base Aérea de Canoas estuda receber voos internacionais
Deixe seu comentário
Baixe o app da RÁDIO Pampa App Store Google Play

No Ar: Show de Notícias