Segunda-feira, 15 de Julho de 2024

Home Dicas de O Sul Seu Kowalsky e os Nômades de Pedra vence o Festival Nós na Fita

Compartilhe esta notícia:

A banda Seu Kowalsky e os Nômades de Pedra foi a grande vencedora da segunda edição do Festival Nós na Fita de Música Independente realizado no dia 1º de julho, em Porto Alegre.

O evento foi uma organização do Espaço de Criação e Web Rádio Nós Na Fita, que tem a finalidade de produzir, divulgar e fomentar conteúdos independentes em variados segmentos.

Seu Kowalsky e os Nômades de Pedra foi escolhida entre mais de 50 bandas e vai participar do Delta Rock Fest, no dia 22/7, Rua 18 de Novembro, 124, bairro Navegantes, em Porto Alegre.

Contudo, a banda porto-alegrense está em busca de mais um projeto especial em 2023: homenagear Raul Seixas com uma reinterpretação de Metamorfose Ambulante, um dos grandes clássicos da Música Popular Brasileira.

O single já está pronto e veio acompanhado de um vídeo de bastidores, numa versão que navega nas frequências do blues, jazz e rock, mesmas fontes do Maluco Beleza. No entanto, a disponibilização nas plataformas de streaming ainda aguarda as autorizações jurídicas da empresa responsável pelo espólio de Seixas. A versão final já pode ser conferida no YouTube da banda.

Seu Kowalsky e os Nômades de Pedra também trouxe ao mundo no 1º semestre de 2023 a balada Vem me Amar, faixa que não entrou no álbum “Depois Não”, de 2021. Esse projeto reúne 12 músicas de um trabalho 100% autoral e sofisticado, que projeta arranjos, letras e diversidade instrumental. A essência do álbum segue no rock e no blues, com reforço da interpretação vocal repleta de sentimentos.

“Depois Não” é o terceiro álbum de inéditas do músico, sucessor de ‘Kowalsky 1.0’ (2017) e ‘Seu Kowalsky e os Nômades de Pedra, ao vivo’ (2019). Os discos carregam a alegria crítica das bandas de garagem dos anos 80, com recursos elaborados e repletos de ironia underground. A arrogância das tecnologias, a urgência e o amor dos tempos atuais dão o tom das composições.

Seu Kowalsky é o pseudônimo do pesquisador industrial e escritor Gilson Lima, mineiro radicado em Porto Alegre desde a década de 1970. Durante os anos de atividade científica, estudou e divulgou a teoria clínica e social da simbiogênese e lançou o livro “Nômades de Pedra – Teoria da Sociedade Simbiogênica Contada em Prosas” (Escritos, 2005), obra que serviu de inspiração para a banda que o acompanha.

A trajetória de Seu Kowalsky se oficializa em 2015 e, após um período de produção, gravação e ensaios no último ano, segue no ritmo do videoclipe inédito para “Macacão” e o lançamento do show ao vivo “Depois Não”, no segundo semestre de 2023.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Dicas de O Sul

Maratona Tech inspira jovens a aprender tecnologia; inscrições são gratuitas e terminam nesta sexta
Segurança pública será um dos temas do Fórum Gramado de Estudos Turísticos
Deixe seu comentário
Baixe o app da RÁDIO Pampa App Store Google Play

No Ar: Pampa News