Sexta-feira, 19 de Julho de 2024

Home Tecnologia SpaceX lança Starship, foguete mais poderoso do mundo, mas propulsor explode e empresa perde contato com a nave

Compartilhe esta notícia:

Empresa do bilionário Elon Musk, a SpaceX lançou neste sábado (18), a Starship, apontada como a nave mais poderosa do mundo. Poucos minutos após a decolagem, o propulsor do veículo espacial explodiu, e a empresa perdeu contato com a cápsula. Não havia tripulação e ninguém ficou ferido.

O Starship deixou a base da empresa de Musk, em Boca Chica, no Texas, por volta das 10 horas da manhã no horário de Brasília. O voo foi inicialmente bem-sucedido, já que o foguete conseguiu chegar ao espaço pela primeira vez.

Três minutos após o lançamento, porém, o propulsor, que é a parte inferior da nave, explodiu. A parte do veículo já estava separada da cápsula. A SpaceX admitiu que isso não era programado, mas disse que sabia da possibilidade de um incidente.

“O propulsor sofreu uma rápida desmontagem não programada logo após a separação do estágio, enquanto os motores da nave funcionaram por vários minutos em seu caminho para o espaço”, afirmou a empresa.

Perda de contato

Cerca de 10 minutos após o lançamento, porém, a equipe da SpaceX em solo parou de receber dados da cápsula (a parte da nave que não explodiu).

“Perdemos os dados do segundo estágio. Achamos que podemos ter perdido o segundo estágio”, disse o engenheiro de integração da SpaceX, John Insprucker. A transmissão foi encerrada em seguida.

A expectativa da empresa era de que a Starship fizesse um trajeto de cerca de 1h30min de duração, com pouso no Oceano Pacífico. A equipe de engenharia da empresa acredita que o módulo se perdeu no espaço. O primeiro teste, em abril, também teve problemas, terminando em uma explosão.

Não houve feridos ou danos à propriedade pública por conta do acidente, informou a Administração Federal de Aviação dos Estados Unidos (FAA). O órgão afirmou que vai supervisionar a investigação da SpaceX sobre o acidente.

A SpaceX admitiu que sabia da possibilidade de incidentes. O objetivo era que a Starship voasse por uma hora e meia, com pouso no Oceano Pacífico. A empresa planeja usar essa nave para levar seres humanos à lua, nos próximos anos, e a Marte no futuro.

Mesmo com os imprevistos, a missão foi comemorada por Elon Musk. “Parabéns, equipe SpaceX!”, disse o bilionário em seu perfil no X (ex-Twitter).

O que é a Starship

O Starship tem 120 metros de altura e gera 7.600 toneladas de impulso no lançamento, mais do que o dobro da potência dos foguetes Saturn V que levaram a missão Apollo à Lua.

A SpaceX prevê que ele seja o veículo que eventualmente transportará carga e tripulação para Marte. A Nasa adquiriu uma versão do Starship como módulo de aterrissagem para o programa Artemis, com o qual planeja levar astronautas de volta à Lua na metade desta década.

Em abril, outra nave Starship apresentou uma falha antes da separação dos dois estágios, o que forçou a empresa a acionar um sistema para explodir o foguete.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Tecnologia

Novas informações sobre a monumental formação geológica localizada no fundo do oceano Atlântico, a pouco mais de mil quilômetros da costa das regiões Sul e Sudeste do Brasil
Em sua primeira viagem de avião, estudante de psicologia tinha 23 anos e juntou dinheiro por meses para ir ao show de Taylor Swift no Rio
Deixe seu comentário
Baixe o app da RÁDIO Pampa App Store Google Play

No Ar: Pampa Na Tarde