Quarta-feira, 24 de Julho de 2024

Home Rio Grande do Sul Tarifa do transporte coletivo intermunicipal da Região Metropolitana de Porto Alegre terá reajuste de 6%

Compartilhe esta notícia:

Após dois anos sem aumento, o valor da passagem do transporte intermunicipal comum da Região Metropolitana de Porto Alegre terá reajuste de 6% a partir de 1º de agosto. O anúncio foi feito pela Metroplan (Fundação Estadual de Planejamento Metropolitano e Regional) em entrevista coletiva realizada na tarde de quarta-feira (26).

No ano passado, o reajuste calculado em 20,74% foi subsidiado pelo governo do Estado com recursos próprios (R$ 42 milhões) e do governo federal (R$ 38 milhões), em um total de mais de R$ 80 milhões repassados às empresas de ônibus. O Executivo estadual afirmou que sustentou esse custo para que os usuários do transporte público não fossem impactados.

“O último reajuste foi em 2021, então, estamos há 24 meses sem reposição da tarifa. Temos uma política tarifária instituída pela Agergs [Agência Estadual de Regulação dos Serviços Públicos Delegados do Rio Grande do Sul], que é uma revisão tarifária que acontece a cada quatro anos. Essa revisão repõe todas as perdas desse período. Por isso que, no ano passado, originou um índice de 20,74%, e o que mais contribuiu foi o aumento do diesel”, destacou o superintendente da Metroplan, Francisco Hörbe.

Neste ano, após os cálculos elaborados pela Metroplan, com base em metodologia da Agergs, o aumento seria de 24,09% – esse percentual é resultado do cálculo já incorporado à tarifa atual e não repassado aos usuários mais 2,77% referentes ao reajuste devido em 2023.

Deste total de 24,09%, o Estado repassará aos passageiros somente 6%. Para os outros 18,09%, sobre os quais só haverá definição a partir de janeiro de 2024, ainda estão sendo elaborados estudos e alternativas pelo governo do Estado também no sentido de reduzir a repercussão na tarifa para os usuários.

De acordo com dados da Metroplan, entre as tarifas praticadas pelas operadoras do transporte da Região Metropolitana, que variam conforme os destinos, 40% dos usuários pagam atualmente R$ 5,60. Com o reajuste de 6%, o valor ficará em R$ 5,95 – aumento de R$ 0,35 centavos.

A Metroplan anunciou ainda que, para as tarifas de ônibus das modalidades direto, semidireto, executivo e seletivo, o reajuste será aplicado na integralidade, ou seja, 24,09%. Durante a pandemia de coronavírus, esse modelo alternativo também chegou a ser subsidiado. Agora, a decisão prioriza a minimização de impacto para o modelo comum.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Rio Grande do Sul

Desenrola: Caixa renegociou R$ 371 milhões em dívidas desde início do programa
Caixa começa a pagar aos trabalhadores o lucro de R$ 12,7 bilhões do FGTS
Deixe seu comentário
Baixe o app da RÁDIO Pampa App Store Google Play

No Ar: Pampa News