Terça-feira, 16 de Abril de 2024

Home Esporte Vasco acumula oito derrotas seguidas fora de casa pela primeira vez na História

Compartilhe esta notícia:

O Vasco vive um drama como visitante na Série B. A derrota para o Cruzeiro na última quarta-feira (21), que garantiu o acesso do time mineiro para a primeira divisão, foi a oitava consecutiva fora de casa, pior sequência em jogos fora de casa na história do clube.

A sete rodadas do fim do campeonato, o clube viu seu desempenho cair consideravelmente nas últimas semanas, queimando a “gordura” dos pontos para o quinto colocado e já pode sair do G4 no sábado, caso o Londrina goleie a Ponte Preta por no mínimo 5 gols de diferença.

Na temporada, são 13 vitórias, nove empates e nove derrotas — todas estas fora de casa, número que passou a subir na 15ª rodada, quando o Vasco perdeu para o Grêmio Novorizontino e quebrou a sequência de 14 jogos invictos na Série B. Na época, o time ocupava a vice-liderança do torneio, com 30 pontos, cinco atrás do líder Cruzeiro.

Enquanto fez a sua parte em casa, conquistando 35 dos 45 pontos disputados (um aproveitamento de 77,8%), fora de São Januário a situação é dramática: venceu apenas três vezes, e empatou quatro, além das nove derrotas, totalizando um aproveitamento de 27,1%, número quase três vezes inferior na comparação.

Nem a mudança de treinadores foi capaz de reverter a situação: Maurício Souza foi demitido, na 20ª rodada, quando o clube começava a perder força na série B após um começo animador. O treinador interino Emiliano Faro conseguiu estabilizar o clube, vencendo três jogos, empatando dois e perdendo dois durante as sete rodadas em que estava à frente do Vasco, mas os números ainda não eram suficientes para garantir o acesso. A diretoria convidou então o treinador Jorginho para comandar o clube nas dez rodadas finais do campeonato.

À frente do cruz-maltino em quatro rodadas, ainda é cedo para julgar o trabalho de Jorginho, mas os números do treinador são de três derrotas e um empate. Antes dos jogos do final da 31ª rodada, os números indicam esperança, com 53.9% de probabilidade de jogar a série A no ano que vem, de acordo com os cálculos do Departamento de Matemática da UFMG. Se quiser aumentar esses números, o Vasco precisará encontrar a fórmula da vitória longe da torcida, com três jogos fora de casa pela frente (Operário, Sport e Ituano, na última rodada).

O time ainda entra em campo mais quatro vezes em São Januário, com um confronto direto com o Londrina na próxima quinta-feira, e depois ainda encara Novorizontino, Criciúma e Sampaio Corrêa.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Esporte

Tite tira pressão por resultado na Copa sem deixar de fazer ajustes em busca de variações
Com visita em treino, Seleção Brasileira de Futebol fecha preparação para amistoso contra Gana
Deixe seu comentário
Baixe o app da RÁDIO Pampa App Store Google Play

No Ar: Show de Notícias