Sábado, 24 de Fevereiro de 2024

Home em foco Veja o que se sabe sobre a filha do ditador norte-coreano Kim Jong-un, apresentada durante lançamento de míssil

Compartilhe esta notícia:

O líder da Coreia do Norte, Kim Jong-un, apareceu com a sua filha em público pela primeira vez, confirmando os rumores que existem há anos sobre a existência dela. A jovem acompanhou o pai no lançamento de um míssil balístico intercontinental na última sexta (18).

A agência estatal de notícias da Coreia do Norte, KCNA, publicou várias fotos em que pai e filha aparecem de mãos dadas enquanto conversam, falam com pessoas ligadas ao governo, inspecionam os mísseis e olham o lançamento em uma plataforma de observação.

O lançamento desse míssil balístico intercontinental, condenado pelos Estados Unidos, foi considerado um êxito pelas autoridades da Coreia do Norte. Ele é avaliado como o mais potente dessa categoria e acredita-se que pode ser capaz de alcançar os EUA.

Mas esse tema foi ofuscado em partes pela aparição pública da filha de Kim Jong-un, que despertou muito interesse nos analistas da Coreia do Norte.

“Por quê? Porque (a aparição da jovem) diz muito sobre o futuro do regime e seu programa de armas nucleares. Ou, pelo menos, levanta algumas questões intrigantes”, explica Jean Mackenzie, correspondente da BBC em Seul, Coreia do Sul.

“Em primeiro lugar, isso significa que ela foi escolhida como sucessora de Kim e um dia liderará a Coreia do Norte? É muito possível. Esta é uma dinastia familiar, o que significa que o líder vai querer que um de seus filhos assuma as rédeas”, acrescenta.

“Em segundo lugar, por que revelá-la agora? Ela ainda é muito jovem. Se ele está preparando a filha para assumir o comando, isso pode significar que o líder de 38 anos tem problemas de saúde? A sua saúde é alvo de muita especulação, por ser considerado o maior risco para a estabilidade do regime”, pontua o especialista.

E em terceiro lugar, essa aparição da garota também pode dizer algo sobre o programa de armas nucleares da Coreia do Norte.

“Revelar sua existência em um lançamento tão importante sugere que um dia desempenhará um papel importante no desenvolvimento de armas do país. O líder norte-coreano anunciou recentemente que não desistiria, em hipótese alguma, de suas armas nucleares”, detalha Mackenzie. “É uma forma de mostrar ao mundo que suas armas nucleares chegaram para ficar, até a próxima geração”, acrescenta o especialista.

As informações sobre a jovem são escassas. Por exemplo, o nome dela nunca foi divulgado oficialmente, mas acredita-se que ela se chama Kim Chu-ae.

A idade dela seria entre 12 e 13 anos, aponta Michael Madden, especialista na Coreia do Norte do Centro Stimson, em Washington (EUA).

Para Madden, a aparição pública da jovem pode ser a forma que Kim Jong-un tem para dizer “que a quarta geração de sucessão no poder virá através da minha linha (de sangue)”.

Em setembro, vários pesquisadores sobre a Coreia do Norte informaram que a jovem aparecia em um vídeo nas celebrações do Dia Nacional do país.

Mas eram especulações, e os dirigentes norte-coreanos não confirmaram que se tratava da filha do líder do país.

A primeira vez em que a existência da jovem foi mencionada foi em 2013, depois que o astro do basquete americano Dennis Rodman fez uma polêmica viagem à Coreia do Norte.

Rodman disse que passou um tempo com a família de Kim Jong-un, relaxando à beira-mar e que havia “segurado seu bebê Chu-ae”.

Especialistas acreditam que Kim pode ter até três filhos, duas garotas e um garoto, sendo Chu-ae a mais velha.

Mas o líder norte-coreano é muito reservado sobre a sua família; inclusive a esposa dele, Ri Sol-ju, foi mantida em segredo até algum tempo depois do casamento deles.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de em foco

Seis vezes eleito Melhor do Mundo, Lionel Messi é o mais “normal” dos gênios
Corrigido só pela inflação, salário mínimo seria de R$ 1.285 no ano que vem
Deixe seu comentário
Baixe o app da RÁDIO Pampa App Store Google Play

No Ar: Pampa Na Tarde