Sábado, 04 de Dezembro de 2021

Home Colunistas ACM Neto concretiza sonho de Lula, de “extirpar o DEM da política brasileira”

Compartilhe esta notícia:

Um velho sonho de Lula, expresso em setembro de 2014, de “extirpar o DEM da politica brasileira”, por ironia, foi concretizado pelo atual presidente do Democratas, o ex-prefeito de Salvador ACM Neto, herdeiro de Antonio Carlos Magalhães, e peça de resistência na defesa dos princípios liberais, que sobreviveu a várias ameaças para manter a sigla em pé. Seduzido pelo orçamento milionário – quase meio bilhão de reais de Fundo Partidário – ACM Neto aceitou um papel subaltermo na nova sigla, que surge como o maior partido do Brasil. ACM Neto aceitou a exigência para a fusão com o PSL, de dar as costas a Jair Bolsonaro, embora tanto o DEM quanto o PSL tenham crescido nas últimas eleições, identificados com a proposta presidencial vitoriosa. O novo partido, que ainda aguarda despacho pelo TSE, se chamará União Brasil, e pretende lançar um candidato da chamada Terceira Via. Segundo ACM Neto, o partido aceitará dialogar com Lula e Ciro Gomes, e já convive com os nomes do ex-ministro Henrique Mandetta, do senador Rodrigo Pacheco, e do apresentador José Luiz Datena.

Busato já age como dirigente da UB

No Rio Grande do Sul, entusiasmado após notícias publicadas na imprensa indicando que foi convidado para presidir o novo partido, o prefeito derrotado de Canoas Luiz Carlos Busatto, que pertencia ao PTB, colocou em prática uma formidável estrutura de impulsionamento em massa de mensagens dirigidas a prefeitos, vice-prefeitos e vereadores do DEM e do PSL. A todos, encaminha perguntas com o propósito de gerir a relação futuramente, como novo dirigente da União Brasil.

No DEM, reação negativa

Um dos destinatários da mensagem, o presidente do DEM no Rio Grande do Sul, Rodrigo Lorenzoni, não gostou da precipitação de Busato, a quem classifica como “autoritário”. Lorenzoni acusa Busato, mesmo sem ter formalmente assumido o comando da nova sigla, de “impor de cima para baixo as decisões “. O partido criou no Rio Grande do Sul o grupo da Frente Liberal, formado por defensores dos princípios que inspiraram o surgimento do DEM, ainda como PFL. A intenção é levar esse grupo a uma decisão conjunta quanto ao futuro político.

Eduardo Leite pode ser candidato da UB

Caso se confirme o comando da UB com o secretário estadual Luiz Carlos Busato, ficará facilitado o diálogo com o governador gaúcho Eduardo Leite, que se apresenta como alternativa a uma terceira via para a disputa presidencial. Leite precisa antes vencer a prévia interna do PSDB, onde seu principal adversário é o governador de São Paulo, João Doria.

Voto eletrônico sob desconfiança

A adoção do voto eletrônico na prévia do partido prevista para o dia 21 de novembro foi colocada sob desconfiança pelo governador paulista João Doria. Ele sugeriu ontem a alternativa do uso de cédulas ao aplicativo eletrônico, para garantir a segurança do processo.

Sumiram as denúncias?

De uma hora para outra, sumiu do noticiário a denúncia de que o ministro da Economia, Paulo Guedes, possui uma empresa offshore no exterior. O ministro Dias Toffoli, do Supremo Tribunal Federal, arquivou duas notícias-crime contra o ministro da Economia, Paulo Guedes, após ele ter demonstrado a legalidade das empresas junto à Receita Federal e de ter se licenciado destas empresas antes de assumir a pasta.

Há outros nomes conhecidos na lista de empresas e contas em paraísos fiscais. Tereza Cristina Van Brussel Barroso, esposa e sócia do ministro do Supremo Tribunal Federal Luís Roberto Barroso, abriu em 9 de junho de 2014 a offshore Telube Florida LLC. A offshore está registrada nos Estados Unidos com o nome de solteira Tereza Cristina Van Brussel.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Colunistas

Má gestão no futebol do Grêmio inviabiliza candidatura de Romildo Bolzan ao governo gaúcho
Fatos históricos do dia 16 de outubro
Deixe seu comentário
Pode te interessar
Baixe o app da RÁDIO Pampa App Store Google Play

No Ar: Pampa Na Madrugada