Terça-feira, 16 de Abril de 2024

Home Brasil Após informar família sobre corpos, embaixada se nega a falar sobre desaparecidos no Amazonas

Compartilhe esta notícia:

Após dizer à família do jornalista Dom Phillips que o corpo dele e o do indigenista Bruno Araújo teriam sido encontrados, a Embaixada do Brasil no Reino Unido disse que não vai se pronunciar sobre o caso. A informação foi repassada aos familiares em uma ligação realizada nesta segunda-feira (13), segundo o jornal The Guardian. A Polícia Federal negou a informação, e as buscas continuam.

A embaixada afirmou que “tem mantido contatos com a família de Dom Phillips, a pedido desta,” e que “não se pronunciará sobre o conteúdo desses contatos”. “Informações atualizadas sobre o caso devem ser solicitadas às autoridades responsáveis, no Brasil”, diz nota.

A União dos Povos Indígenas do Vale Javari (Univaja) afirmou que nenhum corpo foi encontrado na região. No domingo (12), indígenas encontraram uma lancha e sinais de que a embarcação havia sido arrastada. Além disso, a Polícia Federal confirmou que bombeiros encontraram itens dos desaparecidos, como um cartão de saúde de Bruno Araújo, uma calça, um par de sandálias, botas e uma mochila que pertence a Phillips.

Material orgânico, identificado como um estômago humano, foi localizado e enviado para o Instituto Nacional de Criminalística, em Brasília, para avaliar se pertence a um dos desaparecidos. A perícia vai comparar com material genético do jornalista e do indigenista que foi entregue pelas famílias.

Pelas redes sociais, a esposa de Dom, Beatriz Matos, cobrou informações da Polícia Federal, além de pedir à Embaixada do Brasil no Reino Unido que esclareça a origem da informação equivocada. “A Polícia Federal tem o compromisso de passar as informações para a família primeiro e para a superintendência de Manaus. Eles confirmaram para a gente que nenhum corpo foi encontrado, conforme nota oficial. É necessário que se apure de onde o embaixador tirou essa informação”, escreveu.

Bruno e Dom foram vistos pela última vez, com vida, no dia 5 deste mês, ao chegarem a uma localidade chamada comunidade São Rafael. De lá, eles partiram rumo a Atalaia do Norte, viagem que dura aproximadamente duas horas, mas não chegaram ao destino.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Brasil

Estados enviam ao Supremo proposta de acordo com governo federal sobre ICMS de combustíveis
Ministro Fachin, presidente da Justiça Eleitoral, rebate fala de Bolsonaro sobre contagem simultânea de votos
Deixe seu comentário
Baixe o app da RÁDIO Pampa App Store Google Play

No Ar: Pampa Na Tarde