Segunda-feira, 29 de Novembro de 2021

Home Variedades Argentinos lançam primeira criptomoeda dedicada a Diego Maradona

Compartilhe esta notícia:

Uma nova criptomoeda, que promete estrear em 10 dias na Argentina, deve fazer sucesso na América Latina: o “maradólar”, moeda digital dedicada ao jogador Diego Maradona.

O objetivo, segundo os desenvolvedores, é oferecer uma moeda digital popular aos argentinos e aproximar a economia informal do país às criptomoedas, principalmente em uma época de alta inflação.

A nova moeda não será cotada em casas de câmbio virtuais. Por isso, seu preço será determinado pelo mercado, com base na oferta e na demanda.

De acordo com informações do site oficial da nova moeda, serão aceitos até 100 mil usuários ativos e não será necessário investir capital para adquirir a moeda digital.

No lançamento do “maradólar”, em 30 de outubro, serão doaaos 10 mil moedas digitais para 10 mil usuários cadastrados no site https://www.maradolar.com/. A data é a mesma em que seria comemorado o aniversário de 61 anos do jogador.

Em termos financeiros, o “maradólar” será um ativo digital baseado na rede Binance Smart Chain (BEP20), uma plataforma centralizada que permite a compra, venda e troca de diferentes criptomoedas.

Seriado

O seriado “Maradona: Conquista de um Sonho” tem estreia prevista para o dia 29 de outubro. Produzida pela Amazon Prime Video, a série parece não tem a aprovação da família do ídolo argentino. O seriado fará a reconstituição da vida de Maradona.

A família do ex-craque alega utilização ilegal dos direitos de imagem de Maradona. Nas redes sociais, o namorado de Gianinna Maradona, filha do ex-jogador, não se conteve nas críticas à Amazon.

“Vocês vão todos cair, um a um! Vão pagar por isso, seus ratos”, disse Daniel Osvaldo no Instagram. A família de Maradona já havia se pronunciado sobre a polêmica envolvendo o seriado. Veja a nota:

“Caros amigos. Estamos impressionados com o fato de várias pessoas não autorizadas estarem tentando comercializar os direitos de imagem e o nome de Diego Maradona. Isso não é permitido pelos seus herdeiros. Alertamos que qualquer violação ou desconhecimento das leis estará sujeita a ações judiciais perante os tribunais competentes. Para qualquer atividade ou utilização de direitos relacionados com a imagem e o nome de Diego Maradona, deverá nos contactar. Estamos trabalhando em vários projetos que anunciaremos muito em breve”.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Variedades

Saiba se ainda vale a pena fazer compras nos Estados Unidos
Cinco projetos ganham 37 milhões de reais em prêmio ambiental criado pelo príncipe William
Deixe seu comentário
Pode te interessar
Baixe o app da RÁDIO Pampa App Store Google Play

No Ar: Pampa Na Tarde