Quarta-feira, 17 de Abril de 2024

Home Economia Bares querem horário de verão

Compartilhe esta notícia:

Em 2019, o presidente Jair Bolsonaro (PL) assinou um decreto para extinguir o horário de verão e acabou com o adiantamento de uma hora no relógio. Com as eleições se aproximando, o tema voltou a ser debatido, mas uma possível retomada do regime de horários foi rechaçada pelo governo, apesar do pedido de empresários.

Para Paulo Solmucci, presidente-executivo da Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel), a volta do horário de verão é benéfica para o setor. “Estamos enfrentando um momento difícil, que é a retomada das atividades de milhões de pequenas empresas que sofreram muito com a pandemia. O aumento de faturamento que vem com a mudança de comportamento provocada pelo horário de verão faz muita diferença para quem empreende e trabalha nos bares e restaurantes. Na ponta do lápis é mais dinheiro circulando, menos dívidas, mais empregos sendo gerados ”, explica.

A Associação Nacional dos Restaurantes (ANS), que reúne empresas como o Burger King, McDonald’s e Outback diz que mantém a posição adotada desde 2020 pedindo a volta do horário de verão.

O fim da medida era uma das promessas de campanha de Bolsonaro no pleito de 2018. Procurados pela reportagem, os outros candidatos ao Planalto não expuseram propostas para o tema. No fim de 2021, Bolsonaro afirmou que poderia, caso fosse a vontade da maioria, retomar com o adiantamento dos relógios.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Economia

ONU pede diálogo sobre desnuclearização da Coreia do Norte
Futebol gasta US$ 5 bi com jogadores
Deixe seu comentário
Baixe o app da RÁDIO Pampa App Store Google Play

No Ar: Show de Notícias