Sexta-feira, 21 de Janeiro de 2022

Home Tecnologia Bilionários no espaço, vazamentos e apagão do WhatsApp: veja os acontecimentos da tecnologia em 2021

Compartilhe esta notícia:

Se pudéssemos, todos teríamos saído da Terra em 2021 – não foi um ano fácil para ninguém. Há quem tenha concretizado esse feito: enquanto cresciam os debates sobre regulação e denúncias de desigualdade de renda global, Jeff Bezos, fundador da Amazon e segundo homem mais rico do mundo, entrou em um foguete e foi para o espaço.

Mark Zuckerberg adoraria ter pegado uma carona: os Facebook Papers, conjunto de documentos vazados da empresa, revelaram que a rede social está disposta a sacrificar a segurança dos usuários para lucrar. A pressão aumentou e o apagão do WhatsApp, em outubro, escancarou todo o poder da empresa. Para dar uma despistada, o Facebook mudou seu nome corporativo (agora chama-se Meta) e mirou no conceito de metaverso. Seria a chance de um recomeço para o dono do WhatsApp e do Instagram?

Quem vai ter dificuldades de deixar os problemas do ano para trás são os brasileiros, que foram afetados por ondas de megavazamentos e apagões de dados. Se as suas informações não foram expostas e você não foi vítima de uma tentativa de golpe nos últimos meses, você não esteve em 2021.

Mas o mercado de tecnologia não teve só notícias negativas. Nadando contra a crise econômica nacional, as startups brasileiras tiveram um ano histórico. E o setor viu o nascimento de um gigante: após a maior rodada de investimento de uma startup da América Latina, o Nubank abriu capital e estreou como o mais valioso banco de toda a região, superando nomes tradicionais como o Itaú.

A seguir, veja o “resumão” dos fatos mais importante no mundo da tecnologia em 2021.

Megavazamentos – O ano de 2021 tirou a paz dos brasileiros logo em janeiro. O dfndr lab, laboratório especializado em segurança digital da startup PSafe, revelou um vazamento de dados de proporções gigantescas, que expôs informações de 223 milhões de CPFs, 40 milhões de CNPJs e 104 milhões de registros de veículos no Brasil. O megavazamento atingiu algumas das maiores autoridades do País, que foram expostos na internet – entre elas, o presidente da República, Jair Bolsonaro, e os 11 ministros do Supremo Tribunal Federal (STF). O episódio jogou luz sobre uma temporada agitada no mercadão ilegal de informações pessoais.

Mudanças na política de privacidade do WhatsApp – O ano foi conturbado para o WhatsApp. Em janeiro, a empresa divulgou uma nova política de privacidade que gerou barulho entre os usuários. Muitos se preocuparam com a obrigatoriedade de compartilhamento de dados entre o app de mensagens e o Facebook, proprietário do serviço. O aplicativo passou a mostrar uma solicitação para aceitar as novas regras: o aviso dizia que os usuários que não aceitassem as novas políticas até 8 de fevereiro de 2021 não poderiam mais usar suas contas – elas ficariam congeladas.

Pressionado por autoridades de privacidade, o WhatsApp estendeu o prazo para a mudança e, em maio, anunciou que não limitaria mais o app para quem não aceitasse os novos termos.

Bilionários no espaço – E os acontecimentos do mundo da tecnologia de 2021 não ficaram restritos à Terra. Richard Branson, fundador da Virgin Galactic, fez uma viagem ao espaço em julho, a bordo da nave Unity. No mesmo mês, Jeff Bezos, fundador da Amazon, repetiu o feito e esteve presente no primeiro voo espacial com humanos da Blue Origin, sua empresa de exploração espacial.

Apagão do WhatsApp – Não há como esquecer o dia 4 de outubro. No horário de almoço de uma segunda-feira qualquer, todos os serviços do Facebook, incluindo WhatsApp e Instagram, pararam de funcionar. Durante o que se atribui a uma manutenção de rotina, um erro interno na companhia de Mark Zuckerberg causou uma queda nos servidores que deixou várias pessoas e empresas no escuro, sem comunicação por quase um dia inteiro.

Um dia para se esquecer em muitos sentidos, já que muitas pessoas dependem das plataformas, até mesmo para trabalho. O problema também causou um prejuízo de quase US$ 6 bilhões para o patrimônio pessoal de Mark Zuckerberg, um dos homens mais ricos do mundo.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Tecnologia

Saiba quais são os melhores celulares de 2021
Proteja-se de criminosos que invadem contas no Instagram: falsos anúncios na plataforma levam pessoas a perder dinheiro e a ter o acesso ao aplicativo bloqueado
Deixe seu comentário
Pode te interessar
Baixe o app da RÁDIO Pampa App Store Google Play

No Ar: Atualidades Pampa