Sexta-feira, 01 de Março de 2024

Home Brasil Brasil mantém estabilidade na média móvel de mortes por covid pelo vigésimo dia seguido

Compartilhe esta notícia:

O Brasil registrou neste sábado (6) mais 210 mortes pela covid nas últimas 24 horas, totalizando 680.012 desde o início da pandemia. Com isso, a média móvel nos últimos 7 dias é de 211. Em comparação à média de 14 dias atrás, a variação foi de -9%, indicando tendência de estabilidade pelo vigésimo dia seguido.

O País também registrou 24.577 novos diagnósticos em 24 horas, completando 34.009.075 casos conhecidos desde o início da pandemia. Com isso, a média móvel de casos nos últimos 7 dias foi de 27.089. A variação é de -35% em relação a duas semanas atrás. Em seu pior momento, a média móvel superou a marca de 188 mil casos conhecidos diários, no dia 31 de janeiro deste ano.

A média móvel de 7 dias faz uma média entre o número do dia e dos seis anteriores. Ela é comparada com média de duas semanas atrás para indicar se há tendência de alta, estabilidade ou queda dos casos ou das mortes.

O cálculo é um recurso estatístico para conseguir enxergar a tendência dos dados abafando o ruído” causado pelos finais de semana, quando a notificação de mortes se reduz por escassez de funcionários em plantão.

Os números estão no novo levantamento do consórcio de veículos de imprensa sobre a situação da pandemia de coronavírus no Brasil. O balanço é feito a partir de dados das secretarias estaduais de Saúde.

Estados

Acre, Amapá, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Piauí e Rondônia não registraram novas mortes pela doença no período de 24 horas.

— Subindo: Acre, Pará e Rondônia.

— Estabilidade: Amapá, Amazonas, Bahia, Ceará, Mato Grosso do Sul, Paraná, Piauí, Rio Grande do Sul e Santa Catarina.

— Queda: Alagoas, Espírito Santo, Goiás, Mato Grosso, Paraíba, Pernambuco, Rio Grande do Norte, São Paulo e Sergipe.

— Não divulgaram: Maranhão, Minas Gerais, Rio de Janeiro, Roraima, Tocantins e Distrito Federal.

Vacinação

Em todo o País, 179.959.368 pessoas receberam a primeira dose de um imunizante, o equivalente a 83,77% da população brasileira. A segunda dose da vacina, por sua vez, foi aplicada em 169.165.894 pessoas, ou 78,74% da população nacional.

Já 101.245.223 pessoas receberam uma dose de reforço, ou 47,13% dos brasileiros habilitados. Pelo menos 22.571.039 já receberam a segunda dose de reforço.

Até o momento, ao menos 13.411.212 crianças de 3 a 11 anos já receberam a primeira dose contra a covid. Esse valor representa 50,75% da faixa etária.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Brasil

Em quase 29 meses de pandemia, Rio Grande do Sul acumula 40.542 mortes por coronavírus
Justiça rejeita denúncia contra Milton Ribeiro por homofobia
Deixe seu comentário
Baixe o app da RÁDIO Pampa App Store Google Play

No Ar: Pampa Na Madrugada