Terça-feira, 25 de Junho de 2024

Home Tecnologia Carro autônomo da Apple ainda enfrenta problemas e até acidentes

Compartilhe esta notícia:

A Apple está, há alguns anos, trabalhando em um carro autônomo e elétrico de fabricação própria. O apelidado Apple Car — também chamado de Projeto Titan — tem encontrado desafios ao longo do caminho, com incidentes polêmicos durante os testes práticos. Isso ocasiona adiamentos em seu lançamento, que promete balançar o mercado de automóveis.

Em 2014, a companhia foi responsável por contratar mais de mil especialistas automobilísticos para trabalhar em um projeto que ainda não foi apresentado oficialmente. O Apple Car, desde então, tem sido alvo de diversos rumores e teorias na internet.

Em 2016, as noticias destacavam que a Apple havia arquivado o projeto. No entanto, em 2020, ele foi reaberto a todo vapor, com a promessa de lançamento do veículo entre 2025 ou 2026. De acordo com informações de bastidores, a Apple tem mantido conversas com fabricantes já conhecidas no ramo de carros, mesmo sem nenhum acordo de parceria publicamente divulgado. A Hyundai seria o um dos alvos para esse movimento.

Os carros autônomos são a promessa para próxima geração da indústria automobilística. A Tesla é uma das responsáveis por liderar o entusiasmo do mercado, com o lançamento de alguns modelos altamente luxuosos e com funções que existiam somente nos sonhos dos fãs — como, por exemplo, entrar e sair de rodovias, mudar de faixas, atravessar cruzamentos e fazer sugestões de rotas melhores de forma completamente independente do seu condutor.

A promessa é que o Apple Car seja um automóvel totalmente autônomo, em vez de apresentar apenas algumas funções independentes como o concorrente da Tesla — o que deixa o resultado ainda mais desafiador. As dificuldades desse caminho são perceptíveis ao público desde o ultimo, e malsucedido, teste da empresa em colocar os protótipos em funcionamento.

O CEO da Apple, Tim Cook, já declarou ser esse o projeto mais difícil no qual a empresa já trabalhou: “Estamos focando em sistemas autônomos. É uma tecnologia central que vemos como muito importante. Nós meio que vemos isso como a mãe de todos os projetos de IA. É provavelmente um dos projetos de IA mais difíceis de se trabalhar”.

Os rumores dão conta que o Apple Car deva ser de fato lançado em 2024. No entanto, a verdadeira expectativa do mercado, guiado pelas declarações do analista especializado na empresa, Ming-Chi Kuo, é que o carro seja lançado e produzido em massa entre 2025 e 2026, sem descartar uma possibilidade de prorrogação para 2028 ou depois.

Incidentes e polêmicas

Nem só de grandes vitórias e glórias vive uma empresa do tamanho da Apple. Assim como qualquer outra companhia que busca desenvolver um produto altamente disruptivo, a empresa da maçã vem encontrando diversas dificuldades, com incidentes um tanto polêmicos, na implementação de seu veiculo robótico.

Desde de 2017, a empresa vem buscando fazer algumas demonstrações internas de como vai funcionar o projeto de carro futurístico e autônomo. Um teste que aconteceu recentemente, em 2021, é um dos destaques.

Na cidade de Montana, nos Estados Unidos, foram enviados vários protótipos de carros para andar por pouco mais de 60 km, com a esperança de que as imagens apresentadas ao CEO Tim Cook o fizessem apostar na produção em larga escala do veículo.

No entanto, os mais críticos podem classificar essa demonstração como um verdadeiro fiasco. Segundo o site The Information, os veículos, que eram uma versão modificada de uma SUV da Lexus, tiveram muitas dificuldades para se manter em suas próprias pistas.

Durante a demonstração, eles atravessaram cruzamentos, inclusive batendo no meio-fio durante alguns momentos do trajeto. Além disso, um dos carros quase atropelou um pedestre simulado, que estava próximo ao local de um cruzamento, forçando o motorista humano de suporte a utilizar o pedal do freio para parar o carro de forma brusca.

Por outro lado, os engenheiros não viram os testes de forma completamente negativa, já que os veículos foram capazes de dirigir sem a utilização de mapas altamente detalhados, que são essenciais para veículos da Tesla e da Waymo — empresa de desenvolvimento de tecnologia para carros autônomos do Google.

Esses mapas são responsáveis por atrapalhar de forma considerável a produção em massa de carros autônomos, já que são difíceis de serem escalados dentro de linhas de produção. Com a ausência desses mapas, os carros da maçã seriam capazes de andar em quase todas as rodovias ou pistas do mundo, sem precisar de um auxilio humano para isso.

Segundo fontes do The Information, atualmente, os veículos apresentam facilidade para andar em ambientes predeterminados e conhecidos pelo seu sistema interno. No entanto, em ambientes desconhecidos, o desempenho do Apple Car tem sido reduzido de forma considerável. Essa é uma das barreiras que a empresa precisa superar até a data prevista para o lançamento.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Tecnologia

Instagram lança recurso para descobrir Stories perto de você
Colisão rara de duas estrelas já mortas é detectada por novo telescópio
Deixe seu comentário
Baixe o app da RÁDIO Pampa App Store Google Play

No Ar: Atualidades Pampa