Sexta-feira, 19 de Agosto de 2022

Home coronavírus Chega a 36.484 o número de mortos pelo coronavírus no Rio Grande do Sul. Média diária de de novos contágios é de 3.683

Compartilhe esta notícia:

Dados oficiais relativos à pandemia de coronavírus no Rio Grande do Sul continuaram a mostrar, nesta segunda-feira (10), dois extremos: um número relativamente baixo de mortes por covid e uma alta incidência de novos casos. Com o acréscimo de três óbitos e 6.349 testes positivos, o Estado chegou 36.484 perdas humanas para a doença e 1.535.484 confirmações de contágio em 22 meses.

Já a média móvel para os últimos sete dias aponta 3.863 novos contágios a cada 24 horas, número que no domingo estava em 3.273.

As três perdas humanas mencionadas pelo boletim abrangem vítimas idosas: uma mulher de 65 anos que morava em São Nicolau, um porto-alegrense de 75 anos e uma moradora de Gramado que sucumbiu à covid com 84 anos.

Curiosamente, apenas uma dentre todas as 497 cidades gaúchas ainda não registra qualquer óbito por covid. É Novo Tiradentes, localizada na Região Norte do Estado e que acumula 139 testes positivos desde o começo da pandemia, sem novos casos desde dezembro.

Outros dados sobre a pandemia

Dentre os infectados até agora, ao menos 1.467.673 (97%) já se recuperaram, em todos os 497 municípios gaúchos. Outros 31.219 (cerca de 2%) são casos ativos (em andamento), o que abrange desde os assintomáticos em quarentena domiciliar até casos graves atendidos em hospitais. 

A taxa média de ocupação das unidades de terapia intensiva (UTIs) por adultos estava em 51,1% no início da noite, de acordo com o painel de monitoramento covid.saude.rs.gov.br. Esse índice resulta da proporção de 1.636 pacientes para um total de 3.200 leitos da modalidade em 301 hospitais. Já o total de internações pela doença chega a 114.597 (7%) desde março de 2020.

Vacinação

Já no que se refere ao andamento da imunização contra o coronavírus no Rio Grande do Sul, a plataforma on-line do governo gaúcho continua defasada, devido ao ataque cibernético aos sistemas do Ministério da Saúde. Quem acessa o site vacina.saude.rs.gov.br encontra apenas dados relativos ao status do processo no dia 9 de dezembro – por enquanto não há indicativo de quando o problema será solucionado.

A boa notícia é que a vacinação das crianças de 5 a 11 anos começa simultaneamente no próximo dia 19 em todos os municípios gaúchos. Em reunião realizada nesta segunda-feira (10), a Comissão Intergestores Bipartite (CIB) definiu que o cronograma de vacinação seguirá um padrão adotado desde o início da campanha: a prioridade aos 96.427 meninos e meninas com alguma comorbidade (como hipertensão, diabetes ou asma) ou baixa imunidade.

Já as 862.747 gurias e guris sem comorbidades serão o grupo seguinte na fila. Pelo cronograma acertado, a imunização desse segmento também pode começar neste mês, com a primeira dose para quem tem 11 anos. Crianças indígenas (3.911) e quilombolas (1.188), por sua vez, serão contempladas conforme orientação futura do Ministério da Saúde.

Em fevereiro, deverá iniciar a vacinação dos meninos e meninas de 10 e 9 anos, e em março quem tem 8. Para as demais idades, a Secretaria da Saúde aguarda novas remessas de imunizantes pelo Ministério da Saúde. A pasta prevê o desembarque de um primeiro lote (1,248 milhão de doses) no Brasil nesta quinta-feira (13), com distribuição aos Estados no dia seguinte. Outros dois lotes com igual quantidade devem chegar ao País nos dias 20 e 27.

(Marcello Campos)

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de coronavírus

Telemedicina, covid-19 e gripe: seu caso pode ser tratado online? Entenda
Pfizer confirma que primeiras vacinas para crianças chegarão ao Brasil nesta quinta
Deixe seu comentário
Pode te interessar
Baixe o app da RÁDIO Pampa App Store Google Play

No Ar: Pampa Na Tarde