Quinta-feira, 30 de Maio de 2024

Home em foco China censura redes sociais por causa de protestos contra o presidente Xi Jinping

Compartilhe esta notícia:

A censura chinesa da internet eliminou nesta sexta-feira (14) todas as referências a um protesto em Pequim que incluiu cartazes contra o presidente Xi Jinping e as restrições contra a covid, poucos dias antes do início do 20º Congresso do Partido Comunista.

O governo chinês está em alerta máximo para qualquer protesto antes do Congresso do Partido Comunista, um evento de enorme importância política durante o qual o presidente deve receber um terceiro mandato de cinco anos.

No metrô, os passageiros são submetidos a controles adicionais de segurança e um exército de voluntários foi mobilizado nos bairros para relatar sobre qualquer movimentação incomum.

Contudo, na quinta-feira (13), vídeos e fotos que pareciam mostrar um manifestante perto de uma ponte em Pequim exibindo dois cartazes com críticas ao governo foram divulgados na internet.

“Não aos exames de covid, quero ganhar a vida. Não à Revolução Cultural, quero reformas. Não aos confinamentos, quero liberdade. Não aos líderes, quero votar. Não às mentiras, quero dignidade. Não serei um escravo, serei um cidadão”, afirmava um dos cartazes.

O outro estimulava os cidadãos a protestar e derrubar o “ditador traidor Xi Jinping”.

Quando os correspondentes da agência de notícias AFP chegaram ao local do suposto protesto de quinta não havia nenhum vestígio dos cartazes ou do manifestante.

“Muita gente viu o que aconteceu”, declarou um homem, que trabalha perto do local e pediu anonimato.

Na internet, os censores chineses bloquearam qualquer publicação relacionada com o suposto protesto, inclusive a frase “eu vi”.

As manifestações são raras na capital chinesa e os que desafiam o rígido aparelho de segurança do governo enfrentam graves punições.

Congresso

Os olhos estão atentos para o 20º Congresso do Povo que ocorrerá na China o dia 16. Ninguém espera algo diferente, a não ser um terceiro mandato para Xi Jinping como líder do Partido Comunista Chinês (PCChinês) ou Secretário Geral do Partido, comandante do Exército de Libertação do Povo e presidente do país, a ser conferido no ano que vem.

No entanto, antes de expor o que esperar desse histórico Congresso do Povo, dado que Xi mudou a constituição permitindo a ele um terceiro mandato. talvez valha a pena entender um pouco sobre a linha de pensamento do atual líder chinês. Se aceito como o novo líder do PCChinês, e provavelmente será, se tornará o líder mais longevo da China desde Mao Tsé-Tung.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de em foco

Ministro das Finanças do Reino Unido é demitido em meio a crise no governo da primeira-ministra
Preso que ficou na cadeia por 23 anos nos Estados Unidos vai ser indenizado em mais de 2 milhões de dólares
Deixe seu comentário
Baixe o app da RÁDIO Pampa App Store Google Play

No Ar: Pampa Na Tarde