Quinta-feira, 19 de Maio de 2022

Home em foco China pode estar por trás de ataque cibernético à News Corp

Compartilhe esta notícia:

Invasores digitais acessaram contas de e-mail da News Corp e comprometeram dados de jornalistas, divulgou a empresa nesta semana, e o consultor de segurança na internet da empresa de mídia disse que o ataque provavelmente visava reunir inteligência “para beneficiar interesses da China”.

A News Corp, que publica o Wall Street Journal, disse que a violação foi descoberta no fim de janeiro e afetou e-mails e documentos do que descreveu como um número limitado de funcionários, incluindo jornalistas. A empresa de segurança cibernética Mandiant conteve a violação.

“A Mandiant avalia que aqueles por trás dessa atividade têm nexo com a China e acreditamos que eles provavelmente estão envolvidos em atividades de espionagem para coletar informações para beneficiar os interesses da China”, disse David Wong, vice-presidente de consultoria da Mandiant.

A Embaixada da China nos Estados Unidos não respondeu imediatamente a um pedido de comentário.

Em carta vista pela Reuters, executivos da empresa disseram a empregados acreditar que a atividade afetou um número limitado de contas de e-mail comerciais e documentos da News Corp, News Technology Services, Dow Jones, News UK e New York Post.

“Nossa análise preliminar indica que o envolvimento de governos estrangeiros pode estar associado a essa atividade e que alguns dados foram coletados”.

A empresa acrescentou que suas outras unidades de negócios, incluindo HarperCollins Publishers, Move, News Corp Australia, Foxtel, REA e Storyful, não foram alvo do ataque.

O jornal disse que o momento das invasões correspondeu à investigação sobre riqueza acumulada por parentes de Wen Jiabao, então primeiro-ministro da China.

Empresa

A News Corporation é um grupo de comunicação social norte-americano. No ano de 2011, era o segundo maior grupo de mídia, em termos de receitas, e o terceiro maior no setor de entretenimento em 2009.

É o segundo maior conglomerado de mídia do mundo, atrás apenas da Walt Disney Company e seguida pela Warner Media. Seu CEO é Rupert Murdoch, que fundou a News Corp em 1979, na Austrália.

A News Corp é uma empresa de capital aberto listada na Bolsa de Valores de Nova York, com anúncios no Australian Securities Exchange e Bolsa de Valores de Londres. Anteriormente incorporada na Austrália, a empresa foi reincorporada após a maioria dos acionistas aprovarem a medida em 12 de novembro de 2004.

Em 28 de junho de 2012, Rupert Murdoch anunciou que, em resposta às preocupações de acionistas em relação a recentes escândalos (envolvendo o tabloide News of the World, de propriedade do grupo), os ativos da News Corporation seriam divididos em duas empresas de capital aberto: uma para veículos de comunicação, e a outra para a área editorial.

A divisão foi formalizada em 28 de junho de 2013, quando a News Corp foi renomeada 21st Century Fox, agrupando principalmente os veículos de comunicação, enquanto uma nova News Corp foi formada para assumir a área editorial e os ativos da área de radiodifusão australiana.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de em foco

Brasil registra 1.308 mortes por coronavírus nas últimas 24 horas
Brasil registra cinco casos da subvariante BA.2 da Ômicron
Deixe seu comentário
Pode te interessar
Baixe o app da RÁDIO Pampa App Store Google Play

No Ar: Pampa News