Sábado, 04 de Dezembro de 2021

Home Viagem e Turismo Cinco motivos para planejar safáris na África do Sul

Compartilhe esta notícia:

Com o aumento na quantidade de brasileiros vacinados e a abertura de várias partes do mundo, o turismo vai retomando seu ritmo. Ainda assim, com a pandemia presente, decidir a viagem ideal para esse momento envolve muitos fatores. Os safáris na África do Sul, país que já está aberto para viajantes chegando do Brasil, aparecem como ótimas opções. O destino conta com várias reservas de luxo que garantem privacidade, segurança e descanso para o corpo e a mente.

Cinco motivos para fazer safáris na África do Sul:

1. É hora de realizar sonhos

Depois de um período tão desafiador, a sensação de muitos é que chegou a hora de tirar planos do papel. Muitos viajantes sonham em se hospedar no meio da savana para ver animais selvagens existindo livremente. Sendo assim, a dica é aproveitar o momento e a vontade de explorar o mundo de novo pra realizar esse desejo.

2. Experiências a céu aberto

Atividades ao ar livre são as mais seguras em tempos de pandemia. E é exatamente esse tipo de passeio que as reservas sul-africanas oferecem. O Sabi Sabi Private Game Reserve, complexo queridinho dos brasileiros, ao sudoeste do Kruger National Park, por exemplo, tem duas saídas para safári por dia, uma pela manhã e uma no fim da tarde, em carros abertos. Os passeios sempre incluem pausas para tomar um café ou alguns drinques no meio da savana.

3. Relaxamento na savana e no spa

Além de curtir a natureza durante os safáris na África do Sul, os viajantes podem aproveitar as opções de relaxamento dos hotéis. As piscinas e spas das acomodações são perfeitas para renovar as energias e cuidar do corpo e da mente.

4. Ambiente seguro

Os hotéis da África do Sul seguem os protocolos de segurança contra o novo coronavírus e checam a saúde de visitantes e funcionários. No complexo Sabi Sabi, por exemplo, há instalações para testagem de covid-19 e isolamento, além de um enfermeiro clínico presente em tempo integral. O local também conta com serviço médico à disposição 24h por dia para casos que não possam ser atendidos pelo enfermeiro.

5. Sabores sul-africanos

Não existe viagem completa que não envolva comer e beber bem. A dica é experimentar os pratos típicos do país, como carnes de antílopes como o kudu e o springbok. No Sabi Sabi, é possível vivenciar um jantar estilo boma, realizado ao ar livre e em volta de uma fogueira, com carnes e outros alimentos feitos na grelha. Além disso, o hotel tem uma enorme carta de vinhos que vem sendo premiada por seis anos consecutivos pelo The World of Fine Wine.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Viagem e Turismo

A fome vivida no útero e na infância prejudica o corpo por décadas
Empresa brasileira exporta versões restauradas da caminhonete Kombi para 15 países. Só neste ano serão 100 unidades vendidas
Deixe seu comentário
Pode te interessar
Baixe o app da RÁDIO Pampa App Store Google Play

No Ar: Pampa Na Madrugada