Segunda-feira, 29 de Novembro de 2021

Home Brasil Com 281 óbitos, Brasil volta a ter queda na média móvel de mortes diárias por Covid

Compartilhe esta notícia:

O Brasil registrou nesta quinta-feira (25) 281 mortes por Covid-19 nas últimas 24 horas, com o total de óbitos chegando a 613.697 desde o início da pandemia. Com isso, a média móvel de mortes nos últimos 7 dias ficou em 217. Em comparação à média de 14 dias atrás, a variação foi de -17% e aponta tendência de queda.

Os números estão no novo levantamento do consórcio de veículos de imprensa sobre a situação da pandemia de coronavírus no Brasil. O balanço é feito a partir de dados das secretarias estaduais de Saúde.

Média móvel

Sexta (19): 211
Sábado (20): 196
Domingo (21): 201
Segunda (22): 208
Terça (23): 231
Quarta (24): 217
Quinta (25): 217

Em 31 de julho, o Brasil voltou a registrar média móvel de mortes abaixo de 1 mil, após um período de 191 dias seguidos com valores superiores. De 17 de março até 10 de maio, foram 55 dias seguidos com essa média móvel acima de 2 mil. No pior momento desse período, a média chegou ao recorde de 3.125, no dia 12 de abril.

Três Estados não tiveram registro de mortes nas últimas 24 horas: AM, MS e RR.

Em casos confirmados, desde o começo da pandemia, 22.055.608 brasileiros já tiveram ou têm o novo coronavírus, com 12.191 desses confirmados no último dia. A média móvel nos últimos 7 dias foi de 9.450 novos diagnósticos por dia. Isso representa uma variação de -17% em relação aos casos registrados em duas semanas, o que indica queda nos diagnósticos.

Em seu pior momento, a curva da média móvel nacional chegou à marca de 77.295 novos casos diários, no dia 23 de junho deste ano.

Estados

Em alta (9 Estados): RR, RO, AP, SE, AM, BA, CE, PB e PE.
Em estabilidade (11 Estados): MT, MA, RN, GO, TO, AL, AC, SC, PA, PI e ES.
Em queda (6 Estados mais o DF): RS, SP, RJ, DF, MG, MS e PR.

Essa comparação leva em conta a média de mortes nos últimos 7 dias até a publicação deste balanço em relação à média registrada duas semanas atrás.

Vale ressaltar que há Estados em que o baixo número médio de óbitos pode levar a grandes variações percentuais. Os dados de médias móveis são, em geral, em números decimais e arredondados para facilitar a apresentação dos dados.

Vacinação

Dados também reunidos pelo consórcio de veículos de imprensa mostram que 131.649.449 pessoas tomaram a segunda dose ou dose única de vacinas, número que representa 61,72% da população.

158.447.349 pessoas, o que representa 74,28% da população, tomaram ao menos a primeira dose de vacinas. A dose de reforço foi aplicada em 15.281.170 pessoas (7,16% da população).

Somando a primeira dose, a segunda, a única e a de reforço, são 305.377.968 doses aplicadas desde o começo da vacinação.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Brasil

“Por mim não teria carnaval”, diz Bolsonaro após pergunta sobre avanço da covid na Europa
Anvisa quer exigir passaporte vacinal de quem chega ao Brasil
Deixe seu comentário
Pode te interessar
Baixe o app da RÁDIO Pampa App Store Google Play

No Ar: Atualidades Pampa