Domingo, 03 de Julho de 2022

Home Tecnologia Conheça o recurso do iPhone para você ativar antes de morrer

Compartilhe esta notícia:

Quando uma pessoa morre, o seu perfil em diferentes redes sociais pode ser apagado ou transformado em um memorial que destaca as interações do usuário ao longo da vida. Mas e o que acontece com os dados (fotos, senhas, anotações) salvos nos smartphones? É possível ter acesso a essas informações?

Pensando nisso, a Apple lançou, em sua mais recente atualização de sistema – o iOS 15.2 –, uma funcionalidade chamada Legado Digital. Esse programa permite que o dono do iPhone, iPad ou MacBook indique pessoas que possam acessar a sua conta e informações pessoais, em caso de falecimento.

Para isso, o usuário deve cadastrar o contato dos “herdeiros” no ID Apple. Os escolhidos não precisam ter produtos da Apple, basta que tenham mais de 13 anos.

No momento em que um contato for cadastrado, será gerado um código que liberará o acesso ao aparelho após o falecimento. É importante guardar esse código que pode ser enviado por por e-mail ou mensagem de texto ou ainda ser impresso. Em caso de herdeiros que tenham aparelhos da Apple, o número pode ser salvo nos ajustes do ID Apple.

Além da chave, o herdeiro precisa encaminhar para a Apple a certidão de óbito do ente querido. Após a análise do código e do documento, a companhia libera o acesso aos dados do falecido por três anos. Passado esse período, a conta será apagada de maneira definitiva.

A Apple destaca que, se o ente querido tiver cadastrado mais de um herdeiro, os outros contatos também poderão acessar a conta herdada e tomar decisões unilaterais, incluindo apagá-la permanentemente.

O herdeiro terá acesso a: Fotos; Mensagens; Notas; Arquivos; Apps baixados; Backups de dispositivos.

O herdeiro não terá acesso a: Filmes, músicas, assinaturas ou livros comprados usando o ID Apple; Dados armazenados nas Chaves, como informações de pagamento e senhas.

iPhone 14

O futuro iPhone 14 Pro pode, enfim, abandonar o notch na tela – um desejo antigo dos fãs da marca da Apple. Informações de bastidores dão conta de que o sensor que abriga a câmera de selfie teria formato de pílula na próxima geração. O inusitado design já aparece em projeções na internet.

A projeção que mais ganhou destaque foi feita pelo criador de conteúdo e influenciador Ben Geskin, baseado nas especulações mais recentes. O novo modelo da marca deve chegar apenas no final de 2022.

O site GizChina divulgou recentemente uma tabela com as possíveis especificações técnicas de toda a linha do iPhone 14, que seria composta pelo modelo padrão, a versão Pro, Max e Pro Max. Os dois primeiros teriam tela de 6,06 polegadas, enquanto os modelos subsequentes trariam display de 6,68”. Caso os rumores se confirmem, a Apple aboliria definitivamente o modelo Mini.

 

 

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Tecnologia

Peixe raro das profundezas do mar aparece em praia da Califórnia
Fábio Porchat minimiza críticas reacionárias ao novo especial de fim de ano do Porta do Fundos, que mostra a adolescência de Jesus
Deixe seu comentário
Pode te interessar
Baixe o app da RÁDIO Pampa App Store Google Play

No Ar: Pampa News