Quinta-feira, 18 de Julho de 2024

Home Tecnologia Culpa do Instagram? iPhone 15 Pro pode estar esquentando por causa do aplicativo

Compartilhe esta notícia:

As redes sociais foram inundadas por usuários relatando problemas de superaquecimento no iPhone 15 Pro e iPhone 15 Pro Max, os novos celulares tops de linha da Apple, e com a falta de comentários da empresa sobre o assunto, há muita especulação sobre a causa desse fenômeno por parte dos consumidores e analistas de mercado.

Na última quarta-feira (27), uma nova hipótese para justificar o problema de superaquecimento foi divulgada pelo entusiasta Faruk, que apresenta o canal iPhonedo do YouTube. Segundo ele, os celulares estariam aquecendo excessivamente por conta do Instagram, enquanto alguns usuários afirmam que outros aplicativos específicos podem causar o mesmo efeito.

Em um rápido teste, Faruk executa o aplicativo do Instagram em um iPhone 15 Pro Max e um iPhone 14 Pro Max — ambos rodando o iOS 17 — mostrando que ambos os celulares podem aquecer de 27°C a 37,4°C em poucos minutos. O youtuber não testou outros aplicativos para fornecer mais contexto e fundamentar sua hipótese.

No entanto, a teoria é corroborada pelos relatos de outros usuários, incluindo o youtuber Marques Brownlee. O apresentador do canal MKBHD afirma não ter se deparado com qualquer problema de superaquecimento — mesmo ao utilizar o celular sob a luz solar — durante seus primeiros dias de teste com o iPhone 15 Pro.

Brownlee, por outro lado, relata ter precisado viajar com o smartphone, e ao embarcar em uma aeronave, ativou o modo avião e começou a ouvir música através do Spotify com Bluetooth, ao mesmo tempo em que navegava no Instagram. Curiosamente, nessas condições, seu aparelho começou a aquecer excessivamente em questão de minutos.

“O celular fica muito quente em cerca de cinco minutos e drena 5% da bateria, e então, ele volta ao normal”, disse o especialista. Entre as teorias apontadas, uma delas está associada ao iOS 17 que, embora tenha recebido duas atualizações de qualidade em menos de duas semanas, parece continuar sem qualquer otimização para o iPhone 15 Pro.

Usuários relatam nas redes sociais que o aquecimento excessivo do celular também ocorre ao gravar vídeos com a câmera e realizar chamadas de vídeo utilizando o FaceTime. Além disso, várias pessoas alegam que seus celulares de gerações anteriores — incluindo o iPhone 14 Pro e iPhone 13 Pro — exibem problemas similares após a atualização para o iOS 17.

Testes realizados com o iPhone 15 Pro compararam seus picos de temperatura com o Samsung Galaxy S23 Ultra e o Google Pixel 7 Pro, dois de seus maiores rivais no segmento de tops de linha. O celular da Apple se mostrou ligeiramente mais quente ao executar cargas de trabalho do dia a dia, como streaming de vídeo e navegação na web.

Em testes de estresse da GPU, o iPhone 15 Pro apresentou um pico alarmante de 47 ºC, o que é suficiente para tornar o celular desconfortável de manusear. Um usuário alega que seu aparelho esquentou a ponto de inchar a bateria, embora as informações fornecidas sejam escassas e pouco fundamentam o relato.

Enquanto os influenciadores e parte dos usuários tentam explicar o problema com possíveis falhas de software, Ming-Chi Kuo, famoso analista da indústria de hardware, afirma que a causa do superaquecimento do iPhone 15 Pro e iPhone 15 Pro Max é um projeto falho para a dissipação de calor, e não a litografia do chip A17 Pro.

De acordo com o informante, a principal causa do problema de aquecimento está relacionada ao comprometimento do sistema térmico dos celulares em prol de um corpo mais leve. Como a área de dissipação de calor foi reduzida para destacar a leveza da estrutura de titânio, a eficiência de dissipação dos aparelhos foi significativamente impactada.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Tecnologia

Saiba como não acumular fotos e vídeos recebidos pelo WhatsApp
Brasil em alta volta a atrair turistas internacionais e tem melhor agosto em 28 anos
Deixe seu comentário
Baixe o app da RÁDIO Pampa App Store Google Play

No Ar: Show de Notícias