Quinta-feira, 18 de Julho de 2024

Home Economia Desemprego no Brasil fica em 8,5% no trimestre encerrado em abril, a menor taxa para o período desde 2015

Compartilhe esta notícia:

A taxa de desemprego no Brasil ficou em 8,5% no trimestre de fevereiro a abril. Nos três meses anteriores, o índice havia sido de 8,4%. No mesmo período de 2022, a desocupação chegou a 10,5%.

Essa é a menor taxa para um trimestre encerrado em abril desde 2015, quando o desemprego ficou em 8,1%. Os dados são da Pnad Contínua (Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua), divulgada nesta quarta-feira (31) pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística).

A população desocupada, ou seja, as pessoas que não conseguiram nem um trabalho formal nem informal, totalizou 9,1 milhões de pessoas no trimestre encerrado em abril, o que representa um leve aumento em relação aos 9 milhões de desocupados observados nos três meses anteriores.

Em contrapartida, em relação ao mesmo período do ano passado, houve uma queda de 19,9% nesse número, o que equivale a 2,3 milhões de pessoas a menos dentro do grupo de desocupados.

O contingente de pessoas ocupadas (98 milhões) recuou 0,6% (menos 605 mil pessoas) ante o trimestre anterior e cresceu 1,6% (mais 1,5 milhões de pessoas) em relação ao mesmo trimestre de 2022.

O rendimento real habitual (R$ 2.891) ficou estável frente ao trimestre anterior e cresceu 7,5% em relação a igual período de 2022.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Economia

Secretaria da Fazenda do Rio Grande do Sul alerta contribuintes sobre riscos de golpes em pagamentos por Pix
Rio Grande do Sul é o sétimo Estado brasileiro onde é mais rápido abrir empresas
Deixe seu comentário
Baixe o app da RÁDIO Pampa App Store Google Play

No Ar: Pampa Na Tarde