Segunda-feira, 29 de Novembro de 2021

Home Inter Diego Aguirre falou em entrevista coletiva após a derrota para o Palmeiras por 1 a 0 em São Paulo

Compartilhe esta notícia:

Neste domingo (17), o Inter voltou a perder no Campeonato BrasileiroA derrota para o Palmeiras foi a segunda nos último cinco jogos. Com 39 pontos, o colorado empacou na 7ª posição da competição, e após a partida, o técnico Diego Aguirre falou com a imprensa em entrevista coletiva.

Logo aos 5 minutos do segundo tempo, o Inter viu Edenilson ser expulso com cartão vermelho direto após discutir acintosamente com o árbitro Bráulio da Silva Machado, que havia acabado de marcar um pênalti contra o clube gaúcho. Sobre o lance que decidiu a partida, Aguirre comentou: “Nós fazíamos um bom jogo, controlado, em um minuto mudou tudo. Teve o pênalti acidental que aconteceu e a expulsão. Aí mudou o jogo. Eles marcaram o gol e depois ficou muito difícil. Tentamos, buscamos, mas esse lance foi determinante”.

Até então, Aguirre ainda não tinha falado com Edenilson a respeito do que o meio-campista fez para que o árbitro o mandasse mais cedo para o vestiário. “Ainda não falei com o Edenílson. Independente do que ele falou, os juízes podem deixar passar, tem que entender que o jogador tá nervoso. Óbvio que isso não pode acontecer, jogador tem que estar focado, mas isso acontece”, comentou.

Em meio a uma partida nervosa, um dos destaques do time colorado foi Zé Gabriel. O jogador recebeu a segunda chance seguida no decorrer da partida, após quatro meses sem atuar pelo Inter. O atleta ficou marcado por más atuações ainda com Miguel Ángel Ramirez e o gol contra diante do Fortaleza no início do campeonato. Aguirre elogiou sua entrada e comentou sobre sua conversa que teve com ele: “Ele que me pediu e preferia voltar a ser volante. Foi criado na base do Inter assim. Ele teve a oportunidade de entrar, foi bem, tá brigando por posição e na medida das necessidades será utilizado”.

Até algumas horas antes da partida, a torcida colorada se preocupava com o destino de Diego Aguirre, que acabou sendo cotado pela Seleção Uruguaia para assumir o cargo de técnico da celeste. Porém, conforme confirmado pelo vice-presidente da AUF (Associação Uruguaia de Futebol), Óscar Tabarez continuará no cargo até o final do ano. Sobre o tema, Aguirre comentou não ter recebido nenhuma proposta: “Minha ideia é cumprir o contato com o Inter e fazer o melhor possível para seguir no Inter”.

Sem muito tempo para digerir a derrota para os paulistas, quinta-feira o Inter enfrenta outro clube de São Paulo. No Beira-Rio, o colorado terá a difícil missão de bater o Bragantino, um dos destaques do campeonato até aqui. Projetando o confronto, Aguirre respondeu: “Não temos tempos para pensar em outra coisa que não seja os jogos. E pensar em buscar vitórias”.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Inter

Federação uruguaia opta pela permanência de Oscar Tabárez e Diego Aguirre fica no Inter
Em seu perfil oficial, Edenilson pede desculpas à torcida após expulsão contra o Palmeiras
Deixe seu comentário
Pode te interessar
Baixe o app da RÁDIO Pampa App Store Google Play

No Ar: Pampa Na Tarde