Sexta-feira, 01 de Março de 2024

Home Cláudio Humberto Distância Lula-Bolsonaro é a menor desde junho

Compartilhe esta notícia:

Estudo que agrega as pesquisas eleitorais estaduais para presidente, realizado pela Potencial Inteligência para o Diário do Poder, aponta que a diferença entre o petista Lula e o presidente Jair Bolsonaro (PL) é a menor desde início do acompanhamento, há oito semanas: 5,9% separam os dois principais candidatos, 40,5% a 34,6%. É a primeira vez que a diferença entre os dois cai por duas semanas seguidas.

Vias diminuem

Além de Ciro Gomes (PDT) com 6,3% e Simone Tebet (1,7%), outros candidatos somam apenas 2,9%, o menor índice desde junho.

Flutuou

Na região Sudeste, Lula lidera com 38,7%, 0,3% a menos que semana passada, mas Bolsonaro perdeu 1,9 ponto e registra 34,4%.

Sem candidatos

O índice de votos em branco e nulos é de 7,1%. E outros 7% dizem não querer qualquer um dos candidatos já postos.

Dados da pesquisa

A análise da Potencial considera uma base total de mais de 37 mil entrevistas realizadas em cerca de mil municípios até a última sexta (12).

PT já não sabe como deter subida do presidente

A “parada técnica” do ex-presidente Lula, esta semana, não decorreu apenas de dificuldades com a saúde. Ele resolveu dar um tempo para descansar e curtir a mansão onde mora, em São Paulo. Mas, antes de cancelar compromissos, deu uma bronca nos estrategistas da campanha para que encontrem uma maneira de “afundar” a candidatura de Jair Bolsonaro. A contínua redução da diferença acionou o alerta no PT, sobretudo com o advento do aumento do Auxílio Brasil a R$600 por mês.

Ele sabe o que diz

Após se refestelar no Bolsa Família, Lula admitiu em reunião reservada que o Auxílio Brasil a R$600 pode ser “devastador” para sua candidatura.

Maior no retrovisor

A principal preocupação de Lula, segundo fonte do PT, é o desempenho de Bolsonaro no Nordeste, com crescimento lento, mas contínuo.

Agora há palanques

Ao contrário de 2018, quando teve 30% dos votos no Nordeste, desta vez Bolsonaro tem palanques e entusiastas em todos os Estados.

Narrativa mortal

Estudo de Harvard confirmou a eficácia da hidroxicloroquina na prevenção contra a covid. O papo de ineficácia alardeado nas manchetes no início da pandemia foi “muito prejudicial” para outras pesquisas, diz.

Ele, não

O deputado Osmar Terra (MDB) registrou em suas redes sociais seu encontro com o candidato a governador Onyx Lorenzoni em Santo Cristo (RS), e no final da mensagem atirou no tucano: “Eduardo Leite, não”.

Obra parada

Virou piada o candidato de Bolsonaro a governador ter sido alcançado por Rodrigo Garcia (PSDB) nos 14%. “Pesquisa Quaest confirma: Tarcísio é a maior obra parada de SP”, gozou o Sensacionalista Paulista.

Delegacia eleitoral

A realização de enquetes eleitorais informais fica proibida a partir desta segunda-feira (15). E a divulgação desses levantamentos, diz a lei eleitoral, será impedida com o “exercício do poder de polícia”.

Sem acesso

O site da Câmara dos Deputados ficou fora do ar na noite da última sexta (12). Quem queria informações sobre trabalhos do Legislativo na próxima semana foi lembrado: a campanha começa oficialmente na terça (16).

Parece o metaverso

O cientista político Paulo Kramer chamou de farsantes a “turma da cartinha” que não sabe o que é autoritarismo. “Brinca de herói dos ‘anos de chumbo’ sem precisar ter medo da censura e do pau-de-arara”, disse.

Até o ‘outro lado’

Editorial do Wall Street Journal avisou: “se impedir Trump de concorrer em 2024 foi o propósito das buscas em Mar-a-Lago (casa do ex-presidente), o governo perdeu seu tempo e dos pagadores de impostos”.

Boa notícia

Segundo a ONG Human Progress, espécies em extinção estão reagindo em todo o mundo, nas últimas décadas, e crescem números de animais como da águia careca, nos EUA, e até de pandas gigantes, na China.

Só pensa naquilo

Para Lula, Bolsa Família era “distribuição de renda” e o Auxílio Brasil, com o triplo do valor, é “distribuição de dinheiro”.

PODER SEM PUDOR

Um semanal diário

O diretor do semanário mineiro O Debate, Osvaldo Nobre, encontrou casualmente em Belo Horizonte o deputado José Maria Alkimin. A velha raposa política não perderia a chance de fazer média: “Excelente o seu jornal. Leio-o todos os dias.” Nobre observou, com ironia: “Mas o jornal é semanal, deputado”. Alkimin respondeu, rápido no gatilho: “Para você, que o faz uma vez por semana, porque, para mim, que o leio todos os dias, é diário mesmo!”

___
Com André Brito e Tiago Vasconcelos

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Cláudio Humberto

Desemprego é maior onde PT e PSB governam
Aumento do STF subjuga poderes financeiramente
Deixe seu comentário
Baixe o app da RÁDIO Pampa App Store Google Play

No Ar: Pampa Na Madrugada