Terça-feira, 24 de Maio de 2022

Home Esporte Dono do Chelsea, empresário russo Roman Abramovich decide vender clube

Compartilhe esta notícia:

O empresário russo Roman Abramovich, dono do Chelsea (Inglaterra), decidiu vender o clube londrino e prometeu doar os recursos da venda a grupos de ajuda às vítimas da guerra na Ucrânia. O anúncio foi feito em nota oficial, na tarde desta quarta-feira (2). A decisão de Abramovich ocorre dias após a invasão da Ucrânia por forças militares russas, o que desencadeou uma série de sanções financeiras à Rússia.

“Sempre tomei decisões com o melhor interesse do clube no coração”, disse Abramovich em comunicado. “Na situação atual, tomei a decisão de vender o clube, pois acredito que isso seja do melhor interesse do clube, dos torcedores, dos funcionários, bem como dos patrocinadores e parceiros do clube”, completou Abramovic, proprietário do clube londrino desde 2003.

No último sábado (26), o magnata russo chegou a anunciar que repassaria a administração do Chelsea aos curadores da fundação de caridade do clube. O time é o terceiro colocado no Campeonato Inglês e no domingo (27) perdeu para o Liverpool a Copa da Liga Inglesa, por 11 a 10 na cobrança de pênaltis, após empate em 0 a 0 no tempo regulamentar.

Um dos mais ricos

Abramovich é um dos 10 homens mais ricos da Rússia, com uma fortuna estimada de US$ 13,9 bilhões.

Desde a invasão russa à Ucrânia, o bilionário – que tem laços estreitos com o governo russo – sofria pressão do parlamento britânico para que se retirasse do comando do clube, como parte das sanções contra a Rússia pela invasão à Ucrânia.

Para atenuar os ânimos, Abramovich entregou o comando do time para a fundação de caridade do clube no último dia 26.

“Sempre considerei meu papel como guardião do clube, cujo trabalho é garantir que sejamos tão bem-sucedidos quanto podemos ser hoje, bem como construir o futuro, desempenhando um papel positivo em nossas comunidades. É por isso que hoje estou dando aos curadores da Fundação de caridade do Chelsea a administração e os cuidados do Chelsea FC”, disse no comunicado de transição de poder.

Segundo a imprensa inglesa, o bilionário passou as últimas semanas prospectando possíveis compradores para o clube e deseja receber ao menos 3 bilhões de euros pelo Chelsea.

Nesta quarta-feira, parlamentares voltaram a pedir a saída do oligarca do clube londrino. Abramovich, então, divulgou o comunicado de venda.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Esporte

Temporada de cruzeiros será retomada no próximo sábado no Brasil
“Som de metralhadora cada vez mais próximo”, diz jogador brasileiro de futsal na Ucrânia
Deixe seu comentário
Pode te interessar
Baixe o app da RÁDIO Pampa App Store Google Play

No Ar: Pampa Na Tarde