Quarta-feira, 17 de Abril de 2024

Home Agro Drones ajudam a melhorar produtividade no campo

Compartilhe esta notícia:

Com o avanço na tecnologia, o produtor consegue enxergar e explorar novas possibilidades. Na busca por melhores resultados, o drone virou um aliado valioso. É um aparelho que vem ganhando novos recursos e ficando mais sofisticado. Em definição, os drones são quaisquer tipos de aeronaves que podem ser conduzidas de forma autoguiadas, sem a necessidade de um piloto presente.

Com o surgimento de programas facilitados e acesso a dados por celulares e computadores, a inovação está alcançando até mesmo os pequenos produtores rurais que querem transformar o seu negócio. Com a vantagem de poder enxergar a lavoura de forma muito mais detalhada e profunda, esses dispositivos permitem o uso de novos tipos de manejos mais eficientes e assertivos, como a agricultura de precisão.

O drone é um equipamento caro, mas um investimento que vale a pena pelo alto grau de precisão das imagens e informações que ele capta de cima. Além disso, são conduzidos a distância, podendo ser comandados por pessoas ou por meio de orientações que são pré-programadas.

Durante o voo, um drone 3D, por exemplo, emite pulsos de laser capazes de captar todas as dimensões da plantação. Há menos de um ano, uma empresa de celulose que gerencia propriedades em Borebi (SP) possui esse equipamento.

Todo o material vai para um computador onde é possível ver a propriedade em 3D: a altura das árvores, a forma do relevo… nada passa despercebido.

Pulverizadores

Os maiores drones do mercado são os pulverizadores, podendo carregar mais de 20 litros de produto de uma só vez. Substituindo os sistemas tradicionais de pulverização — manual, tratorizada ou aérea — um drone pulverizador utiliza lasers e ultrassons para mapear a topografia do terreno a ser pulverizado e aplicar os defensivos agrícolas com maior precisão.

Além de economizar produtos químicos devido a sua maior precisão frente aos demais sistemas — não há desperdício de produto e ele é aplicado onde é realmente necessário — e otimizar o tempo de operação em campo, o drone pulverizador pode atuar em locais de difícil acesso ou baixa disponibilidade de mão de obra, evitando também o risco de exposição das pessoas aos produtos utilizados.

Monitoramento

Os drones de mapeamento aéreo são comuns nas lavouras e podem ser de asa fixa ou rotativa. Eles utilizam diferentes tipos de sensores para gerar mapas dos terrenos cobrindo grandes áreas em um curto intervalo de tempo. Os mais comuns são os ópticos multiespectrais, no entanto, sensores ópticos hiperespectrais e até mesmo os sensores LiDAR já são utilizados.

Com a utilização desses mapas é possível identificar os índices de vegetação, avaliar as necessidades nutricionais e hídricas das plantas em pontos específicos das lavouras, fazer a contagem de plantas daninhas ou pragas e a demarcação de áreas de preservação ou de relevo.

Os drones agrícolas com câmeras de alta qualidade e boa resolução podem ser utilizados para monitoramento sem a necessidade de softwares específicos. Eles podem ser utilizados para identificação de focos de incêndios, áreas desmatadas, nascentes de rios ou olhos d’água, áreas para aberturas de estradas, localização de rebanho perdido ou até mesmo para vigilância.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Agro

Saiba o que é a diplomação de um presidente e por que esse rito é importante
Saiba qual é a primeira impressão do mercado sobre Haddad no Ministério da Fazenda
Deixe seu comentário
Baixe o app da RÁDIO Pampa App Store Google Play

No Ar: Show de Notícias