Quinta-feira, 30 de Maio de 2024

Home Economia Em Porto Alegre, cesta básica fica 0,63% mais barata

Compartilhe esta notícia:

O valor da cesta básica caiu em agosto em 16 das 17 capitais analisadas pela Pesquisa Nacional da Cesta Básica de Alimentos. Porto Alegre registrou, em agosto, queda de 0,63%, em relação ao mês anterior, passando a custar R$ 748,06. Porém, entre as capitais do País, é a segunda mais cara, perdendo apenas para a cidade de São Paulo. O custo dos alimentos na capital paulista está em R$ 749,78, de acordo com o levantamento mensal do Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese).

Na comparação anual, entre agosto de 2022 e o mesmo mês de 2021, houve alta de preço em todas as capitais pesquisadas. A maior variação foi encontrada no Recife (21,71%) e a menor, em Porto Alegre (12,55%).

Conforme o Dieese, dos 13 produtos que compõem o conjunto de gêneros alimentícios essenciais, sete ficaram mais baratos: a batata (-18,65%), o leite (-4,97%), o feijão (-3,57%), o óleo de soja (-3,29%), o café (-0,33%), o pão (-0,24%) e o açúcar (-0,22%). Por outro lado, cinco itens ficaram mais caros: a manteiga (6,99%), o tomate (2,56%), a farinha de trigo (1,39%), o arroz (1,11%) e a carne (0,34%). A banana foi o único item que ficou estável.

Entre julho e agosto, o preço da batata diminuiu em todas as cidades da região Centro-Sul, onde o tubérculo é pesquisado. A maior oferta foi explicada pelo bom ritmo da colheita. As reduções de valor mais expressivas foram registradas em Porto Alegre (-18,65%) e Belo Horizonte (-15,18%). Em 12 meses, porém, todas as cidades apresentaram taxas positivas: em São Paulo, a variação foi de 44,39% e, em Vitória, de 29,46%.

Já o preço do feijão tipo preto, coletado nas capitais do Sul, em Vitória e no Rio de Janeiro, baixou em todas as cidades (Porto Alegre, Curitiba, Florianópolis, Vitória e no Rio de Janeiro). As quedas oscilaram entre -6,84%, em Vitória, e -2,03%, em Florianópolis.

O tomate teve alta de 9,72%, em Vitória e 2,56%, em Porto Alegre. O preço do quilo do pão francês subiu em 14 cidades. As maiores elevações ocorreram em Belém (5,41%), Belo Horizonte (2,27%) e Campo Grande (1,96%). Em Recife, o valor não variou e em João Pessoa (-0,65%) e Porto Alegre (-0,24%), houve recuo. (Pedro Marques)

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Economia

Polícia Civil está presente com delegacia temporária no Acampamento Farroupilha em Porto Alegre
Equipes de saúde levam multivacinação a escolas públicas de Porto Alegre
Deixe seu comentário
Baixe o app da RÁDIO Pampa App Store Google Play

No Ar: Pampa Na Tarde