Quarta-feira, 17 de Julho de 2024

Home Saúde Entenda como funciona o explante de prótese de silicone, procedimento que cresce no Brasil

Compartilhe esta notícia:

Depois de desistir por três vezes da cirurgia de explante de silicone por medo da cicatriz, a apresentadora Rafa Brites afirmou, por meio de seu Instagram, que marcou o procedimento para o começo de agosto.

“Meu cérebro está sendo consumido pela cirurgia que eu vou fazer dia 4 de agosto, de explante de silicone. Faz tempo que eu estou para fazer, mas estava sem coragem, morro de agonia de cirurgia”, diz ela.

Brites conta ainda que colocará um pouco de gordura na região, pois, depois da amamentação – ela é mãe de Rocco, de seis anos, e Leon, de um – a apresentadora conta que ficou “só pele e próteses”. É cada vez mais frequente as notícias de mulheres que optam pela retirada de seus implantes para voltar a ter o corpo com aparência mais natural. Como a atriz e cantora Manu Gavassi e a modelo Victoria Beckham.

1) O que leva as pessoas optarem pelo explante de silicone?

Segundo especialistas, são três, os principais motivos pelo crescimento do procedimento inverso. O primeiro deles é o arrependimento pelo tamanho e a forma que os seios ficam, o segundo é a mudança de padrão que a sociedade está passando por corpos mais naturais, e o terceiro são as reações do corpo à prótese.

2) O que é a doença do silicone e quais os sintomas?

As complicações mais comuns são as reações inflamatórias que exigem a retirada da prótese. Chamada de “doença do silicone”, entre os sintomas mais comuns, estão: mialgia, fraqueza muscular, artrite, fadiga crônica, distúrbios do sono, manifestações neurológicas, alteração cognitiva ou até surgimento de doenças autoimunes.

3) Como é feita a cirurgia de explante de silicone?

Na cirurgia de retirada da prótese de mama, utiliza-se a mesma incisão feita na colocação do implante. O corte é refeito na aréola, abaixo das mamas ou axilas e a prótese é removida. A cirurgia dura cerca de 30 minutos e, quando feita com a Mastopexia, 3 horas.

A anestesia utilizada é a peridural com sedação e a cirurgia de explante de silicone com ou sem a mastopexia é tranquila e segura quando feita com cirurgiões plásticos especialistas e anestesistas experientes em cirurgias plásticas.

O pós-operatório vai depender muito de como será realizada a cirurgia, ou seja, se será realizada apenas a retirada do implante ou se haverá a remoção de pele.

Mas, no geral, entre 15 e 30 dias a paciente pode retornar às atividades de rotina.

O Brasil, segundo dados da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica, é o segundo país no ranking mundial de cirurgias plásticas. A lipoaspiração e a colocação de próteses são as mais procuradas, porém, os números da remoção dela já começa a preocupar os especialistas. De acordo com um relatório de cirurgias plásticas da sociedade americana, em 2021, foram feitas mais de 23 mil cirurgias de retirada de silicone no país, contra 177 mil para colocar a prótese.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Saúde

Jamie Foxx volta a atuar após internação: “Temos grandes coisas chegando”
Entenda como funciona o explante de prótese de silicone, procedimento que cresce no Brasil
Deixe seu comentário
Baixe o app da RÁDIO Pampa App Store Google Play

No Ar: Pampa News