Sexta-feira, 20 de Maio de 2022

Home Tecnologia Google altera ícone do Chrome depois de 8 anos sem mudanças

Compartilhe esta notícia:

Não é novidade que o Google Chrome é considerado um dos principais navegadores do mercado e, obviamente, uma importante porta para o consumo de serviços da gigante da busca, graças a integração com seus produtos como a própria busca, o Gmail e mais.

Essa importância é refletida em parte na constante implementação de novidades que chegam a cada versão, o que incluiu na versão Beta mais recente a implementações de novidades na acessibilidade para downloads, nova API e mais.

No entanto, não só de implementações “por baixo do caput” vive um programa e agora, ao que tudo indica, o Google resolveu novamente dar um tapa na identidade visual do ícone do navegador mais utilizado do mundo, em um hiato que demorou 8 anos para terminar (anteriormente, o Google manteve um padrão de alterações do ícone a cada 3 anos).

Segundo informações publicadas pelo designer Elvin em sua conta pessoal no Twitter, as alterações devem começar a aparecer em breve nos aparelhos que contam com o Google Chrome instalado, uniformizando assim com a nova identidade do ícone.

O que mudou?

Assim como as últimas alterações, a nova identidade visual traz mudanças discretas e pontuais, que fazem sentido quando consideramos as evoluções de design vistos nos produtos e serviços do Google, que aposta cada vez mais em detalhes minimalistas e discretos.

A primeira e mais óbvia alteração fica por conta do tamanho e distribuição de suas cores, sendo possível observar que o núcleo azul ocupa mais espaço e oferece maior refinamento na distribuição de proporções, como pode ser visto abaixo. Além dessa alteração, também é possível observar que o ícone perdeu o seu efeito de sombra, trazendo portanto cores mais chapadas.

Além dessa alteração, a equipe de design estudou o impacto de usar um gradiente em tons diferentes, sendo observado certo incomodo para quem via ele na tela do PC ou smartphone.

O resultado prático foi a introdução de um gradiente mais sutil no ícone principal para atenuar isso, tornando o ícone mais acessível.

Outro detalhe citado pelo designer foi a adaptação para os sistemas que o Chrome está embarcado: segundo ele, a forma como o ícone é exibido mudará a depender do sistema operacional que o usuário possui, alinhando-se com a interface de cada um deles, fazendo-o mais coerente quando comparado com outros apps.

Abaixo, é possível conferir respectivamente como ele será apresentado no Windows 10 e 11 (com identidade gradiente), no Chrome OS (sem gradiente) e no macOS (com efeito 3D) e identificação colorida caso a versão seja Beta ou Dev.

Falando ainda da identificação de Beta e Dev, um aspecto que foi pensado nessa nova revisão foi o como esses identificadores são percebidos nos dispositivos, com a alteração do nome por extenso apenas pela letra inicial da versão, algo que favorece em especial os aparelhos com telas menores.

Por enquanto, não foi revelado ainda quando essa alteração será apresentada finalmente para os usuários mas, considerando a sua oficialização e detalhamento, não seria de se surpreender se ela chegar nas próximas semanas ou então, esperar a nova versão estável ser oficialmente liberada para iniciar a uniformização.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Tecnologia

iPhone 14 Pro pode adotar memória de 8 GB para enfrentar Galaxy S22
Touca de cetim: saiba para que serve e como usar
Deixe seu comentário
Pode te interessar
Baixe o app da RÁDIO Pampa App Store Google Play

No Ar: Pampa Na Tarde