Segunda-feira, 15 de Agosto de 2022

Home Tecnologia Google Chrome deve ganhar interface de download parecida com Edge e Firefox

Compartilhe esta notícia:

O Google Chrome trouxe muitas inovações desde quando foi lançado, que logo foram adotadas por outros navegadores. Agora, é a hora de ele fazer o caminho contrário. O browser vai ganhar um redesign da sua área de interface de downloads, que deve ficar bem parecida com a de Firefox e Edge.

Atualmente, os downloads feitos no Chrome aparecem em uma barra na parte inferior da tela. É possível acompanhar o progresso de cada arquivo, abri-lo ou arrastá-lo para outra pasta.

Também é possível ver um histórico do que foi baixado em uma aba de Downloads, que pode ser acessada com o atalho Ctrl+J.

Isso era um diferencial em 2008, quando o navegador foi lançado – o Internet Explorer abria uma janela para cada download, por exemplo. Aos poucos, porém, o browser do Google foi ficando para trás.

A barra na parte inferior da interface ocupa muito espaço. Microsoft Edge e Mozilla Firefox, por exemplo, deixam os downloads em um botão ao lado da barra de endereços. Ao clicar nele, uma lista suspensa se abre. Bem mais prático e eficiente.

O Chrome agora vai se mexer e adotar uma solução parecida.

A download bubble (ou bolha de downloads, em tradução livre) pode ser ativada na versão 105 do Chromium, projeto de código aberto que serve de base para o Chrome (e também para o Edge, o Brave e mais navegadores).

Esta versão só foi disponibilizada por enquanto no canal para desenvolvedores do Canary, programa de testes do browser.

Interface

Ela apareceu há alguns meses, mas ficou mais prática na última atualização. Agora é possível arrastar e soltar arquivos para outras pastas ou programas.

Não chega a ser uma evolução – é possível fazer isso na barra ou na página de downloads atual – mas dá sinais de que, quando o recurso for lançado, ele estará completamente funcional.

Internet Explorer

Após quase 27 anos de trabalho, o Internet Explorer 11 foi oficialmente aposentado na última quarta-feira (15). A Microsoft finalmente encerrará o suporte para o aplicativo de desktop, que será desativado em determinadas versões do Windows. O clássico navegador será substituído pelo modo legado “IE” dentro do Microsoft Edge.

Lançado em 24 de agosto de 1995, o clássico navegador da Microsoft ficará na memória. O nascimento do Microsoft Edge em 2015 foi o início do fim para o Internet Explorer. Desde então, o browser mais antigo foi, gradualmente, perdendo espaço no Windows. Em agosto de 2021, os aplicativos e serviços do Microsoft 365 encerraram o suporte para o IE.

O enterro desta quarta não é nenhuma surpresa. A Microsoft já havia anunciado oficialmente a data de aposentadoria do Internet Explorer no dia 16 de março de 2022.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Tecnologia

Rocha atinge Júpiter com força de 2 milhões de toneladas de TNT e provoca maior clarão já visto desde 1994
Mark Zuckerberg mostra protótipos de óculos para realidade virtual: “Vão criar experiências fantásticas”
Deixe seu comentário
Pode te interessar
Baixe o app da RÁDIO Pampa App Store Google Play

No Ar: Atualidades Pampa