Quinta-feira, 18 de Julho de 2024

Home Economia Google retoma demissão em massa e brasileiros entram na lista de cortes

Compartilhe esta notícia:

Ao que tudo indica, a onda de demissões de 2022 está retornando em 2024. Na última semana, o Google anunciou o corte em massa de mais um setor: publicidade. As demissões chegaram aos times brasileiros.

Trabalhadores das divisões de vendas e produtos tiveram seus acessos ao sistema da empresa cortados, mediante o aviso de que seriam desligados. Além disso, os colaboradores foram avisados sobre uma reunião para conversar sobre demissões ou realocação de funções.

“Todos os anos passamos por um processo rigoroso para estruturar nossa equipe para oferecer o melhor serviço aos nossos clientes do serviço de anúncios Ads. Mapeamos os clientes para as equipes especializadas e canais de vendas certos para atender às suas necessidades de serviço”, anunciou o Google em um comunicado oficial.

“Como parte disso, algumas centenas de funções em todo o mundo estão sendo eliminadas, e os funcionários afetados poderão se candidatar a vagas abertas na equipe ou em outro lugar no Google” justificou o Google sobre as demissões.

As demissões acontecem nos setores de hardware responsáveis por Pixel, Nest e Fitbit, além do Assistente Virtual da empresa. Outra área profundamente impactada pelos recentes desligamentos foi a divisão responsável pelo desenvolvimento da tecnologia de realidade aumentada.

Ganho de eficiência

Segundo o Google, os cortes não estão sendo encarados como uma demissão em massa. A dispensa dos funcionários estaria ligada ao ganho de eficiência escolhido pela liderança de cada setor. Contudo, mesmo se tratando de um processo turbulento, muitos funcionários já esperavam a situação em questão.

“A cultura do Google mudou drasticamente no último ano com sua primeira grande rodada de demissões” afirmou um diretor de engenharia que possui 18 anos de trabalho no Google, em uma nota publicada no seu perfil do X (antigo Twitter). Além do setor publicitário, as equipes de Maps/Geio, Ads, Shopping, Confiança e Segurança também foram afetadas.

Conforme anunciado pela Bloomberg, os cortes impactaram também cargos de vice-presidentes e diretores. Dentre os nomes de alto escalão demitidos, está o de Spyro Karetsos, ex-diretor de conformidade. Por fim, os funcionários preveem novas demissões ao longo do ciclo de avaliações de desempenho, visto que o departamento de Recursos Humanos facilitou a atribuição de notas baixas na avaliação. Essa medida agilizou as demissões.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Economia

Justiça Federal determina que site de atestados médicos falsos seja retirado do ar
Juros dos empréstimos consignados do INSS despencam
Deixe seu comentário
Baixe o app da RÁDIO Pampa App Store Google Play

No Ar: Pampa Na Madrugada