Terça-feira, 25 de Junho de 2024

Home Brasil Instituto Butantan vai importar insumo para a produção de novas doses de Coronavac

Compartilhe esta notícia:

O governador de São Paulo, Rodrigo Garcia (PSDB), afirmou que o Instituto Butantan vai voltar a importar Ingrediente Farmacêutico Ativo (IFA) da China para iniciar a retomada da produção da vacina Coronavac em solo brasileiro.

Serão importados 8 mil litros do produto da farmacêutica Sinovac para a produção de 10 milhões de doses do imunizante. As vacinas serão destinadas à vacinação de crianças de 3 e 4 anos contra a covid.

A aplicação nessa faixa-etária foi aprovada por unanimidade pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) na semana passada. A previsão do governo paulista é que as novas vacinas comecem a ficar prontas já no mês de agosto.

“Tomamos essa decisão hoje, antes mesmo da inclusão no PNI (Programa Nacional de Imunizações), para que a gente tenha vacina suficiente para vacinar as crianças de São Paulo e colocá-las à disposição do Ministério da Saúde para vacinar as crianças do Brasil. A importação deve levar algumas semanas para que, se possível, no mês de agosto, a gente tenha essas vacinas disponíveis”, disse Garcia.

“São Paulo vai usar os recursos da Fundação do Instituto Butantan pra fazer essa importação, acreditando que o Ministério da Saúde fará a aquisição das vacinas. Se a gente ficar aguardando inclusão no PNI pra fazer essa aquisição, nós vamos perder semanas preciosas”, declarou o governador, que é candidato à reeleição no pleito de outubro.

A Secretaria Estadual da Saúde informou que, caso o Ministério da Saúde não faça a compra dos imunizantes que serão produzidos, São Paulo irá vacinar as crianças do Estado com essas doses.

O governo paulista diz que as 10 milhões de doses são suficientes para vacinar todas as crianças brasileiras dessa faixa etária com a 1ª dose do imunizante.

Início

A cidade de São Paulo iniciou a vacinação contra covid de crianças de 3 e 4 anos com comorbidades, deficiência ou indígenas.

Segundo o prefeito Ricardo Nunes, a capital não tem doses suficientes do imunizante Coronavac em estoque para aplicar em todas as crianças desta faixa etária do município. Por isso, apenas o grupo prioritário será vacinado neste primeiro momento.

4ª dose

A prefeitura de São Paulo anunciou vai começar a aplicar a 2ª dose de reforço (ou quarta dose da vacina) em pessoas maiores de 30 anos na cidade a partir desta segunda-feira (25).

Estarão aptos a receber a vacina todos aqueles que receberam a primeira dose de reforço (terceira dose) há pelo menos quatro meses.

De acordo com a gestão municipal, cerca de 514.689 munícipes da faixa etária entre 30 e 35 estão elegíveis na capital paulista para essa etapa da vacinação.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Brasil

Dólar encerra semana com valorização de 0,72% e se aproxima de 5 reais e 50 centavos
Quase 100 milhões de pessoas já receberam ao menos uma dose de reforço contra a covid
Deixe seu comentário
Baixe o app da RÁDIO Pampa App Store Google Play

No Ar: Pampa Na Tarde