Segunda-feira, 16 de Maio de 2022

Home Leandro Mazzini Investigados nas urnas

Compartilhe esta notícia:

Pelo menos dez dos 80 investigados que constam na lista de indiciamento da CPI da Pandemia pretendem se candidatar nas eleições deste ano. A comissão do Senado trabalhou durante quase seis meses e apurou a conduta do Governo Federal na pandemia de Covid-19. O presidente Jair Bolsonaro (PL) encabeça a lista de pedidos de indiciamento pelos crimes: epidemia com resultado morte; infração de medida sanitária preventiva; charlatanismo; incitação ao crime, entre outros. Bolsonaro tentará a reeleição.

Cúpula

Cotado para ser vice de Bolsonaro, o ministro da Defesa, Walter Souza Braga Netto, também está na lista, acusado de epidemia com resultado morte. A CPI pediu o indiciamento de Onyx Lorenzoni (Trabalho), que disputará o governo do Rio Grande do Sul, por “incitação ao crime e crimes contra a humanidade”.

Baixo clero

Outros possíveis indiciados que vão tentar uma cadeira na Câmara são os médicos Mayra Pinheiro (“Capitã Cloroquina”) e o olavista Hélio Angotti. Ambos enquadrados no crime de epidemia com resultado morte.

À espera de Aras

O relatório final da CPI foi encaminhado ao procurador-geral da República, Augusto Aras, em outubro do ano passado. Até o momento, ninguém foi indiciado.

Crise

Não bastasse o temporal que destruiu parte da cidade deixando mais de 100 mortos, Petrópolis vive uma crise administrativa desde janeiro de 2021. Uma guerra de liminares na Justiça alterna esporadicamente titulares da prefeitura.

Mau tempo

Eleito em 2020, Rubens Bomtempo (PSB) não pôde assumir devido a pendência na Justiça Eleitoral após ser condenado por improbidade administrativa. À época, assumiu Hingo Hammes (DEM). Bomtempo recorreu e o STJ, em novembro de 2021, autorizou sua posse.

Baixo calão

Desde que foi aprovada a vacinação infantil, servidores da Anvisa receberam mais de 450 ameaças ou comunicações eletrônicas com críticas e expressões de baixo calão. Todas foram encaminhadas e estão encalhadas na Polícia Federal.

Sozinho

O AGIR, sigla do antigo PTC, não vê com bons olhos e não pretende se juntar a outras siglas que veem a federação partidária como uma alternativa nas próximas eleições.

Destinos

A lista de destinos mais indicados para 2022, do Ministério do Turismo, causa surpresa ao deixar de fora Foz do Iguaçu – repleta de excursões – e o trem de Curitiba pra Morretes, melhor passeio do país em ferrovia turística. Foz, inclusive, virou um polo de entretenimento no cone sul, com parques temáticos e novos grandes resorts.

Presidenciáveis

O Grupo de Líderes Empresariais (LIDE) inicia hoje, em São Paulo, a Série Presidenciáveis. Foram convidados para o almoço-debate Sergio Moro (Podemos), Simone Tebet (MDB) e Felipe d’Avila (NOVO).

Na marra

O PDT foi condenado pela Justiça a indenizar uma eleitora que passou 11 anos filiada à sigla sem autorização e sem conhecimento. A autora da ação se disse surpresa ao descobrir que fazia parte dos quadros desde 2009. Só faltou lançar a correligionária a um cargo eletivo.

Desaceleração

Pesquisa do Ipea revela uma desaceleração inflacionária pelo segundo mês consecutivo. No entanto, os mais pobres seguem sendo os mais afetados. O índice para as famílias de renda muito baixa foi a mais alto, com variação de 0,63% em janeiro de 2021. No acumulado do ano, a média supera os 10%.

ESPLANADEIRA

# Brasilcap fechou 2021 com faturamento de R$ 4,3 bi.

# Neste mês, Mônica e Cebolinha estarão na Estação Turma da Mônica, no Shopping Metropolitano Barra (RJ).

# Grupo Fleury investe na expansão da área técnica central no Rio, em Del Castilho.

# Bicalho Consultoria Legal registrou crescimento de 21% na procura de vistos para os EUA em 2021.

# Dove lança no TikTok desafio #PelaBelezaSemPadrões.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Leandro Mazzini

Sucessão
Briga no PROS
Deixe seu comentário
Pode te interessar

Colunistas Vice brigão

Colunistas Clubinho

Baixe o app da RÁDIO Pampa App Store Google Play

No Ar: Pampa Na Tarde