Quinta-feira, 30 de Maio de 2024

Home Mundo iPhone 14: confira as 6 principais novidades anunciadas pela Apple

Compartilhe esta notícia:

A Apple revelou nesta quarta (07) o iPhone 14, que chegará ao mercado em quatro modelos diferentes. Porém, nem todos os dispositivos ganharam todas as novidades deste ano, como o processador A16 Bionic e o entalhe em forma de pílula.

As versões mais avançadas do aparelho, que receberam as maiores novidades, são chamadas iPhone 14 Pro e Pro Max. Já as de menor custo são chamadas iPhone 14 e 14 Plus. Confira, a seguir as principais mudanças.

Novo processador A16 Bionic

O iPhone 14 e o 14 Plus receberam o chip A15 Bionic, o mesmo do iPhone 13. Ou seja, não houve evolução nesse ponto de um ano para o outro. Mas o iPhone 14 Pro e o iPhone 14 Pro Max ganharam o novo processador da Apple, chamado o A16 Bionic.

O componente é capaz de realizar 17 trilhões de operações por segundo para realizar diferentes atividades, entre as mais simples, como checar as redes sociais, quanto as mais avançadas, como executar um jogo. Segundo a Apple, o novo processador A16 é até 40% mais veloz do que os concorrentes da Qualcomm, Samsung e Mediatek.

Detecção de batida

O que acontece se você bater o carro e ficar inconsciente na estrada? A Apple preparou uma função que faz o iPhone enviar um sinal e fazer uma ligação e pedir socorro.

O “Crash Detection” (Detecção de batida), como é chamado, funciona em conjunto com um novo sensor de movimento, que pode detectar até 256G. O iPhone 14 diferencia impactos fortes, como em uma batida entre dois carros, e aciona o alerta de emergência. Como é mais provável que o relógio esteja ao alcance do usuário em uma situação adversa como essa, o Apple Watch mostra o aviso e oferece a ligação de SOS.

Câmera de 48 MP

A nova câmera de 48 MP do iPhone 14 Pro e iPhone 14 Pro Max – as demais versões mantêm a câmera de 12 MP – não só é a de maior capacidade de registro de imagens já lançada pela Apple, como também conta com uma tecnologia quad-pixel, que combina quatro diferentes pixels em um só para melhorar a qualidade da imagem – é um recurso visto em celulares Android há alguns anos. No fim das contas, a foto fica com 12 MP, mas com níveis de detalhamento e brilho superiores aos do iPhone do ano passado.

Além disso, a Apple apresentou novas tecnologias que vão além dos megapixels. A função chamada Photonic Engine é uma nova tecnologia que beneficia todas as câmeras do iPhone 14.

Ela é uma combinação de hardware e software para melhorar os resultados tanto com a câmera dianteira quanto com a traseira. A gravação de vídeo também foi melhorada com o chamado Action Mode. A ideia é que a câmera consegue manter a estabilidade durante uma corrida sem a necessidade de equipamentos adicionais como um gimble, tal qual o vendido pela DJI.

“Ilha dinâmica”

Se você já teve que mudar de tela para trocar de música ou responder a uma mensagem sabe como isso pode tirar o foco do que estamos fazendo naquele momento.

Com o novo iPhone 14 Pro, chega o Dynamic Island, uma função que mostra pequenos ícones de notificação, ligações ou música. Com um toque no topo da interface, o usuário vê uma prévia do aplicativo e pode trocar de música, olhar direções em um mapa ou atender a uma ligação sem que o usuário precise sair do aplicativo que está usando.

No passado, a Apple já tentou implementar algo semelhante, o chamado Toque 3D, que trazia uma prévia das novidades de aplicativos sem precisar necessariamente abri-los.

Novamente, a função da “Ilha Dinâmica” está presente apenas nos iPhones 14 Pro e Pro Max. O recurso é, inclusive, um desdobramento do fim da “franja” preta que fica no topo da tela do iPhones desde 2018. Agora em formato de pílula, essa barra lateral de bordas arredondadas também acomoda a câmera frontal e o sensor de reconhecimento facial Face ID.

eSIM

O chip físico de operadoras, também chamado de cartão SIM, está com os dias contados – ao menos, nos iPhones. Os novos smartphones da Apple não terão a bandeja de chip na nova geração. Em vez disso, o padrão será o uso do eSIM, um chip eletrônico que já estava disponível em gerações passadas do iPhone.

Antes, a função era adicional e permitia o uso de dois chips de operadoras. Agora, o futuro com cartão SIM está ameaçado. Mas, no Brasil, assim como em outros países, a bandeja de chip será mantida no iPhone 14. Nos Estados Unidos, o eSIM será a única opção do consumidor.

Localização via satélite

A Apple revelou também que suas mensagens de emergência serão enviadas via satélite, não apenas por internet, o que seria útil em ambientes de comunicação falha. Segundo a companhia, foi necessário adicionar componentes específicos para que as mensagens de emergência pudessem funcionar no aparelho devido às diferentes frequências dos satélites.

O recurso oferece também uma orientação de localização para o usuário, dispensando o uso de antenas para conexão. O serviço será gratuito por dois anos, e a Apple não disse o que acontecerá após esse período.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Mundo

Arena anuncia que restam ingressos apenas para dois setores do estádio
Brasileiros ganham “superpoder” de compra em cidades como Buenos Aires devido à cotação do peso
Deixe seu comentário
Baixe o app da RÁDIO Pampa App Store Google Play

No Ar: Pampa News