Segunda-feira, 15 de Abril de 2024

Home Tecnologia iPhone 14 Pro: veja funções que o celular “roubou” do Android

Compartilhe esta notícia:

A linha iPhone 14 finalmente foi lançada durante o evento “Far Out”. Os aparelhos oferecem vários novos recursos para os usuários de smartphones da Apple, mas não é segredo nem novidade que muita coisa já estava disponível nos celulares Android. Aqui, podemos das destaque aos iPhone 14 Pro e iPhone 14 Pro Max, que tem algumas ferramentas mais avançadas em suas listas de especificações.

Nessa publicação, veja uma lista de itens que chegaram aos novos iPhones e que já eram encontrados em smartphones Android.

Display Always-On

A tecnologia de display Always-On (AOD) facilita bastante a vida do usuário que quer ver as horas ou suas notificações de maneira mais rápida. Ela já foi implementada nos aparelhos Android há muito tempo e agora chega aos produtos da Apple. No entanto, vale esclarecer que essa novidade não estará disponível em todos os modelos de iPhone 14 – ela é “exclusiva” do iPhone 14 Pro e Pro Max.

“Hole-Punch”

Um dos grandes destaques no design dos iPhones 14 é a nova disposição da câmera frontal. Ela está alojada em uma perfuração no estilo “Hole-Punch” que já vimos em inúmeros smartphones Android. A Huawei foi a primeira empresa a implementar uma câmera selfie perfurada.

Devido aos vários sensores que eram embutidos no antigo entalhe, a Apple teve que não apenas redesenhar os módulos que usa, mas fazer uma reorganização técnica mais profunda para “encaixar” a câmera embaixo da tela e as tecnologias que usa para o Face ID.

Dynamic Island

O fim do notch trouxe a Dynamic Island, um recorte em forma de pílula na tela que é totalmente integrado ao iOS 16. Ele permite interagir com com músicas, o placar de um jogo, chamadas FaceTime e outras informações sem interferir no que o usuário está fazendo.

Um ponto importante é que a utilização Dynamic Island só é possível através nova câmera TrueDepth do iPhone 14 Pro. Como essa geração de câmera eliminou o notch, que era necessário até então, foi possível adicionar novos recursos e possibilidades de interação,

No entanto, apesar de ainda ser um recurso considerado “novo”, a LG o implementou primeiro em seu smartphone LG V10, lançado em 2015. O nome “original” era Segunda Tela e foi recebia com reações mistas do público na época. Claro, o lançamento geral e falta de suporte não ajudavam.

Dynamic Refresh Rate

A Taxa de Atualização Dinâmica é, de fato, um recurso bastante útil em qualquer smartphone, já que ajusta automaticamente a taxa de atualização da tela de acordo com a atividade que o usuário está realizando. Desde que os smartphones Android começaram a desfrutar de taxas mais altas, o Dynamic Refresh Rate se tornou algo positivo – e demorou um tanto para a Apple entrar na onda.

O “ProMotion”, nome que a Apple deu para a tecnologia, foi introduzido nos iPhones 13 Pro e Pro Max, mas apenas atualiza a tela entre 24Hz e 120Hz. Agora, com a nova linha de aparelhos, isso foi atualizado para chegar até 1Hz – também levando em consideração que o display Always-On acabaria com a bateria do celular rapidamente.

O OnePlus 9 Pro e o Oppo Find X3 Pro foram dois dos primeiros telefones a oferecer taxas de atualização dinâmicas entre 1Hz e 120Hz, graças à tela LTPO.

Car Crash Detector

Por fim, a Apple “surrupiou” um recurso que alguns motoristas usuários de Android já conhecem. A Google implementou o “Car Crash Detector” (Detector de Acidente de Carro) pela primeira vez em 2020, em seus smartphones Pixel.

Quando um acidente é detectado, a partir de sensores de movimento e som ambiente, um alarme pode ser acionado no celular. Se nenhuma resposta for recebida, os serviços de emergência serão discados e o aparelho fornecerá a localização desses serviços.

A Apple também implementou o Car Crash Detector no o Apple Watch Series 8, sendo o primeiro smartwatch a incluir essa funcionalidade.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Tecnologia

Exercício para o maxilar que viralizou nas redes sociais pode causar danos irreparáveis
Sob aplausos, corpo da rainha Elizabeth II chegou em Edimburgo, capital escocesa, neste domingo
Deixe seu comentário
Baixe o app da RÁDIO Pampa App Store Google Play

No Ar: Pampa News