Sexta-feira, 24 de Maio de 2024

Home Brasil Italiano baleado ao entrar por engano em favela recebe alta médica no Rio

Compartilhe esta notícia:

O turista italiano Ricardo Cefis – baleado ao entrar por engano no Complexo da Maré, na Zona Norte do Rio – recebeu alta médica do Hospital Pró-Cardíaco, em Botafogo, na Zona Sul. Ele ficou em observação após retirada de um fragmento de projétil no tórax.

Na mesma unidade médica, o segundo turista italiano Nicolo Desiato, ferido no braço esquerdo, permanece na unidade particular. Eles estavam juntos quando entraram na comunidade.

Nicolo Desiato, que segue internado, foi submetido a uma cirurgia para correção do úmero, fraturado por um projétil. Ele irá permanecer internado em observação e o estado de saúde é clinicamente estável e consciente.

A Polícia Civil deve ouvir os dois turistas italianos para concluir as investigações. O Consulado-Geral da Itália informou que está prestando assistência à dupla.

Investigação

Agentes da Delegacia Especial de Apoio ao Turismo (Deat) estiveram no posto de combustíveis às margens da Avenida Brasil, em Bonsucesso, onde os turistas pararam para pedir socorro. Os investigadores ouviram os funcionários e recolheram as imagens das câmeras de segurança.

Os dois turistas foram baleados por criminosos, dentro de um carro – onde estavam outros três italianos, quando entraram por engano no Complexo da Maré, por volta das 4h30 de sexta (14).

Eles contaram que estavam a caminho de São Paulo – onde moram e estudam – mas, quando estavam na Avenida Brasil, decidiram parar para lanchar. Como a lanchonete ficava na pista sentido oposto, eles teriam se guiado pelo GPS para pegar um retorno e entraram na favela.

O carro dos italianos foi atingido por dois tiros. Um deles atingiu o tanque de combustível. O outro, entrou pelo porta-malas e atingiu as vítimas no banco traseiro.

O caso teve repercussão nos jornais italianos.

A ocorrência inicialmente registrada na 37ª DP (Ilha do Governador), como tentativa de homicídio, está sendo investigado pela Deat.

PMs em emboscada

Dois soldados da Polícia Militar do Espírito Santo foram mortos a tiros por criminosos durante uma emboscada, na madrugada deste domingo (16), em Cariacica, na Grande Vitória (ES). Os quatro suspeitos do crime foram presos.

De acordo com a Secretaria Estadual de Segurança Pública, as vítimas, os soldados Bruno Mayer Ferrani de 30 anos e Paulo Eduardo Oliveira Celini de 29 anos estavam perseguindo criminosos quando foram surpreendidos por suspeitos, que estavam escondidos atrás de um caminhão estacionado.

“Os militares realizavam o acompanhamento a um veículo, suspeito de envolvimento em um roubo, quando, nas proximidades do bairro Santa Barbara, em Cariacica, dois ocupantes do veículo desembarcaram e se renderam. Ao se aproximarem, os militares foram surpreendidos por outros dois criminosos, um homem e uma mulher, que estavam escondidos atrás de um caminhão estacionado. Um desses indivíduos atirou contra os policiais, que foram atingidos e chegaram a receber socorro, mas vieram a óbito no hospital”, informou a Sesp.

Segundo o boletim do Centro Integrado Operacional de Defesa Social (Ciodes), testemunhas relataram que os militares teriam sido baleados dentro do carro da PM, que também foi atingido por mais de 10 tiros. Segundo a polícia, um dos policiais foi atingido com um tiro no rosto e o outro com um tiro na axila.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Brasil

Imposto de Renda: veja como receber de volta valores pagos referentes à pensão alimentícia
“Vamos continuar financiando o governo da Ucrânia de graça”, diz Elon Musk
Deixe seu comentário
Baixe o app da RÁDIO Pampa App Store Google Play

No Ar: Pampa Na Tarde