Terça-feira, 28 de Maio de 2024

Home em foco “Vamos continuar financiando o governo da Ucrânia de graça”, diz Elon Musk

Compartilhe esta notícia:

Após a SpaceX dizer ao Pentágono que não poderia continuar financiando o uso de seus serviços de satélite pelos militares ucranianos, o bilionário e CEO da empresa, Elon Musk, afirmou que, apesar da empresa perder dinheiro, continuará financiando o governo ucraniano “de graça”.

“Para o inferno com isso… mesmo que a Starlink ainda esteja perdendo dinheiro e outras empresas estejam recebendo bilhões de dólares dos contribuintes, continuaremos financiando o governo da Ucrânia de graça”, escreveu Musk em sua página do Twitter.

Starlink é o nome de um sistema de satélites da SpaceX. Ele tem sido uma fonte vital de comunicação para os militares da Ucrânia. Os terminais de internet da empresa permitiram que as tropas permanecessem conectadas mesmo quando as redes de telefonia celular e internet foram destruídas na guerra com a Rússia.

Não ficou imediatamente claro se a oferta de Musk era genuína ou se ele estava expressando sarcasmo. A SpaceX não respondeu imediatamente a um pedido de comentário.

Musk disse na última semana que a SpaceX não poderia financiar indefinidamente o Starlink na Ucrânia. O serviço ajudou civis e militares a permanecerem online durante a guerra com a Rússia.

Ele fez sua observação após uma reportagem mostrando que a SpaceX havia solicitado ao Pentágono que pagasse pelas doações do Starlink.

A carta também pedia que o Pentágono assumisse o financiamento para o governo ucraniano e o uso militar do Starlink, que a SpaceX afirma que custaria mais de US$ 120 milhões pelo resto do ano e poderia custar cerca de US$ 400 milhões nos próximos 12 meses.

O comentário de Musk, o homem mais rico do mundo, sobre a questão do apoio ao serviço de internet na Ucrânia vem depois que ele irritou muitos ucranianos com uma proposta para acabar com a guerra travada contra a Rússia, sugerindo que o país deveria entregar alguns territórios para Moscou.

Após a polêmica, Musk escreveu um novo tweet informando que era “obviamente” pró-Ucrânia. Ele acrescentou que a SpaceX gastou US$ 80 milhões para levar internet via satélite Starlink para o país e “US$ 0” na Rússia. Mesmo assim, o presidente Volodymyr Zelensky revidou o bilionário com mais uma enquete no Twitter: Qual Musk vocês gostam mais? Aquele que apoia a Rússia ou aquele que apoia a Ucrânia?

“Ainda apoio muito a Ucrânia, mas estou convencido de que a escalada maciça da guerra causará grandes danos à Ucrânia e possivelmente ao mundo”, tuitou Musk em resposta à pesquisa do presidente.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de em foco

Italiano baleado ao entrar por engano em favela recebe alta médica no Rio
Passageiros da Gol esperam há dias para deixar Noronha após proibição de pousos de aviões a jato
Deixe seu comentário
Baixe o app da RÁDIO Pampa App Store Google Play

No Ar: Pampa News