Segunda-feira, 27 de Maio de 2024

Home Flávio Pereira Jair Bolsonaro: “o lugar de Lula é na prisão”

Compartilhe esta notícia:

“Não sou bem educado, falo palavrões, mas não sou corrupto”, declarou o presidente Jair Bolsonaro, ao microfone, no Rio de Janeiro, recebendo como resposta gritos de “mito, mito!”. Ele comentou a impressionante participação popular, afirmando que “aqui não tem a mentirosa Datafolha. Aqui é o Data Povo”. Sobre o ex-presidente petista, Bolsonaro disse que “o lugar de Lula é na prisão”.

“Não vamos voltar à cena do crime, esse tipo de gente tem que ser extirpado da vida pública. Hoje, mais do que nunca, pudemos assistir e sentir o despertar do patriotismo e do profundo amor pelo Brasil. As ruas foram tomadas pelas cores de nossa linda bandeira e nosso glorioso hino nacional foi cantado por milhões de homens e mulheres, de todas idades, classes e cores.”

Chile rejeitou Constituição com viés de esquerda

A maioria do povo chileno se mobilizou e rejeitou o projeto de uma quarta Constituição, com forte cacoete esquerdista. Desde 1833, o Chile teve três constituições. O Brasil já teve sete: a de 1824, do Império; 1891, da República; 1934, abolida pelo ditador Vargas com a de 1937, a polaca; 1946, da redemocratização; 1967, do Governo Militar e 1988, da Nova República. Mas esta vem sendo sistematicamente desrespeitada, pasmem, por ministros do próprio STF, o guardião da Constituição.

Luciano Hang vai ao STF para reverter bloqueios

A questão está colocada no recurso protocolado pelos advogados do empresário Luciano Hang que, junto com outros sete empresários, está indiciado no inquérito 4781, mantido sob sigilo, por ter feito comentários em uma rede de Whatsapp. Os advogados de Luciano Hang pedem a revogação do bloqueio das suas contas em redes sociais e das contas bancárias, o que não foi pedido pela Polícia Federal, mas pelo senador Randolfe Rodrigues, além da anulação do processo, tendo em vista que o STF não é o foro competente para processá-los.

Quem pode ser processado pelo STF?

O artigo Artigo 102 do texto constitucional é bem claro: prevê que o STF é competente para processar e julgar originalmente, nas infrações penais comuns, em razão do foro privilegiado, o Presidente da República, bem como o Vice-Presidente, os membros do Congresso Nacional, seus próprios Ministros e o Procurador-Geral da República. Até que ocorra uma Emenda Constitucional prevendo que o STF seja competente para julgar originalmente empresários por crimes comuns, o indiciamento dos oito empresários vale tanto quanto a promessa do ex-governador gaúcho Eduardo Leite de que não concorreria à reeleição.

Randolfe, o Procurador-Geral da República “ad-hoc” volta a atacar

O senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP), coordenador da campanha do ex-presidiário Lula, que se ufana nas redes sociais de ocupar o espaço do Ministério Público e ter contato direto com ministros do STF, afirmou que apresentará uma ação no Tribunal Superior Eleitoral por suposto abuso da máquina pública cometida pelo presidente Jair Bolsonaro (PL) durante os atos de 7 de Setembro. Randolfe que, se vangloria nos corredores do Congresso,de ter linha direta com ministros do STF e do TSE, encaminhará seu pedido diretamente aos ministros alinhados com a estratégia de ignorar o Ministério Público.

Alexandre Garcia

O jornalista Alexandre Garcia, com a conhecida experiência, faz esse relato sobre as manifestações do 7 de Setembro ontem:

“Estou há 46 anos em Brasilia e eu nunca vi um mar de gente como nesta quarta. E nunca vi nos meus 81 anos, um líder no planeta Terra que tenha mobilizado tanta gente.”

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Flávio Pereira

Canetaço do ministro do STF Luís Roberto Barroso suspende lei do piso da enfermagem
Tarcísio de Freitas: “Bolsoanro ganha no primeiro turno. Ele é um fenômeno”
Deixe seu comentário
Baixe o app da RÁDIO Pampa App Store Google Play

No Ar: Pampa News