Segunda-feira, 15 de Agosto de 2022

Home em foco Justiça Eleitoral determina que PT filie atriz pornô

Compartilhe esta notícia:

O TRE (Tribunal Regional Eleitoral) do Mato Grosso determinou na quarta-feira (25) que o PT da cidade de Barão de Melgaço faça a filiação, no prazo de três dias, da atriz pornô Ester Caroline Henrique Bonometo Pessatto, conhecida como Ester Tigresa.

A decisão liminar atende a um pedido da atriz mato-grossense, que teve sua filiação barrada pela diretoria da sigla. Ela pretende ser candidata ao cargo de deputada estadual. O PT alega que a filiação foi rejeitada porque houve “irregularidades no processo”.

Segundo a defesa de Ester Tigresa, ela sofreu discriminação ao ter sua filiação rejeitada sem direito de defesa. “No caso Ester, o arbítrio, a hipocrisia e o preconceito foram derrotados pelo Estado Democrático de Direito. A verdade venceu a mentira. O Poder Judiciário demonstrou que não vivemos em terra sem lei. Restabeleceu a ordem e a justiça”, disse o advogado Paulo Lemos, representante da atriz.

A decisão é do juiz Alexandre Paulichi Chiovitti, da 38ª Zona Eleitoral de Santo Antônio do Leverger, a 35 quilômetros de Cuiabá. No pedido, Ester Tigresa alegou que, no dia 18 de abril, o PT fez uma “votação”, dirigida pela secretaria da legenda, cuja decisão resultou na suspensão da filiação da atriz.

Para o juiz, o processo de suspensão correu sem a observância dos direitos de defesa de Ester Tigresa, já que o partido não homologava a filiação e não respondia aos questionamentos da atriz.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de em foco

Bolsonaro diz que a esquerda “demoniza policiais e suaviza criminosos como se fossem vítimas”
Parcela de maio do Auxílio Brasil é paga aos beneficiários com Número de Inscrição Social com final 7
Deixe seu comentário
Pode te interessar
Baixe o app da RÁDIO Pampa App Store Google Play

No Ar: Atualidades Pampa