Sexta-feira, 28 de Janeiro de 2022

Home Celebridades Kanye West revela as “coisas inaceitáveis” que fez como marido e admite ter envergonhado Kim Kardashian

Compartilhe esta notícia:

O rapper Kanye West compartilhou no Instagram um vídeo de cinco minutos que consiste em uma oração celebrando o Dia de Ação de Graças, comemorado no dia 25 de novembro. O registro consiste em um longo desabafo do artista de 44 anos, no qual ele revela “coisas inaceitáveis” que fez como marido e admite ter envergonhado sua ex-esposa, a socialite Kim Kardashian.

O vídeo foi compartilhado pelo músico um dia depois dele fazer outro desabafo público. Durante um evento beneficente em Los Angeles ele afirmou que ainda acredita na retomada de seu relacionamento com Kim e que Deus irá agir para que ele e a ex fiquem juntos outra vez. As falas de West ocorrem em meio à comoção com os boatos crescentes em torno do namoro da socialite com o ator e comediante Pete Davidson.

No vídeo com a oração, West expôs a irritação de Kim com o fato dele ter usado um dos famosos bonés vermelhos de simpatizantes do ex-presidente norte-americano Donald Trump com os dizeres “make america great again” (“torne a América ótima de novo”). Ele também falou sobre o incômodo dela com sua campanha presidencial e com a exposição de intimidades dela.

“Vamos falar de política agora”, diz West em trecho do novo vídeo. “Meu senhor, a minha esposa não gostou de me ver usando aquele boné vermelho. Como uma boa esposa, ela queria me proteger e proteger a nossa família. Eu fiz de mim e da nossa família um alvo ao não me alinhar com o posicionamento político de Hollywood e isso pesou no nosso casamento”.

Depois, o músico lamentou sua conturbada campanha presidencial nas eleições de 2020 e falou sobre o sofrimento da ex-esposa após ele revelar em uma coletiva de imprensa que evitou que Kim abortasse da primeira filha deles, North (8 anos).

“Eu concorri à presidência sem estar devidamente preparado e sem alianças. Eu constrangi a minha esposa ao apresentar informações sobre a nossa família durante a minha primeira e única, graças a Deus, coletiva de imprensa. Tudo o que meu pai teve para me dizer depois daquilo foi: ‘escreva um discurso da próxima vez, filho’”.

Em seguida à coletiva com a revelação sobre o aborto cogitado por Kim, a socialite divulgou um post no Instagram falando sobre o diagnóstico de transtorno do bipolar do marido e a recusa dele em fazer uso de seus medicamentos. Em seu post, datado de 22 de julho de 2020, ela pediu suporte e compreensão dos fãs de West com as falas e posturas erráticas do marido.

Kim Kardashian ainda não se pronunciou publicamente sobre as falas de Kanyeno evento beneficente, nem sobre o vídeo com a oração. Os dois trocaram alianças em 2014, romperam no fim de 2020 e entraram com o processo de divórcio no início de 2021. Apesar do término e do novo relacionamento da socialite, com Pete Davidson, ela e o ex continuam próximos.

Kim fez recentemente uma série de participações em shows do ex-marido. Além de North eles também são pais de Saint (5 anos), Chicago (3 anos) e Psalm (2 anos).

No evento beneficente em Los Angeles, realizado antes da divulgação do vídeo com a oração, West disse: “A narrativa que Deus quer nos mostrar é que podemos nos redimir em nossos relacionamentos. Todos nós cometemos erros. Eu cometi erros. Fiz coisas em público que não são aceitáveis como marido, mas agora, hoje, por algum motivo, e não planejava fazer isso em público, estou aqui para mudar essa narrativa”.

Kanye depois deixou implícita críticas aos programas de TV protagonizados pelas irmãs do clã Kardashian-Jenner, exibidos nos canais E! e Hulu: “Não vou deixar o E! escrever a narrativa da minha família. Não vou deixar o Hulu escrever a narrativa da minha família… Eu sou o pastor da minha casa”.

Em seguida, ele falou sobre sua relação com os filhos: “Eu preciso estar o mais próximo possível das minhas crianças. Então quando estou fora de casa preciso ainda estar próximo de casa. Estou fazer tudo o que posso para estar o mais perto possível da situação. Estou tentando expressa isso da forma mais sã e mais calma: preciso voltar para casa”.

Por fim veio a fala tratando de sua crença no auxílio divino para a retomada de seu casamento, com menções ao apelido “Kimye”, usado por fãs para falar do casal composto por ele e Kim.

O músico afirmou: “Se o inimigo pode separar Kimye, milhões de famílias vão achar que é ok separar, mas quando Deus trouxer Kimte de volta, milhões de famílias serão influenciadas a crer que podem superar qualquer separação. O demônio tem usado o trauma para capitalizar com pessoas em miséria enquanto pessoas pisam em pessoas nas ruas para ir à loja da Gucci”.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Celebridades

Facebook Papers: nudez na rede social tem grande alcance no Brasil
Aos 83 anos, morre o arquiteto Ruy Othake, vítima de câncer
Deixe seu comentário
Pode te interessar
Baixe o app da RÁDIO Pampa App Store Google Play

No Ar: Pampa Na Tarde