Quinta-feira, 18 de Julho de 2024

Home Variedades Luan Santana: entenda mal-estar que levou cantor a ser internado; anúncio inicial era de mal súbito

Compartilhe esta notícia:

O cantor Luan Santana teve o seu show de sábado (1º) adiado devido a um mal súbito sofrido ao chegar na cidade de Divinópolis, em Minas Gerais, onde faria a apresentação. A informação foi divulgada na manhã de domingo (2) pela assessoria do Sindicato Rural de Divinópolis, responsável pelo evento.

“Ao chegar no aeroporto Brigadeiro Cabral, em Divinópolis, o artista teve um mal súbito, necessitando imediatamente de transporte aéreo para o Hospital Albert Einstein, em São Paulo, onde Luan Santana segue internado sob cuidados médicos”, dizia a nota.

Segundo a assessoria do artista, ele recebeu um atestado para descansar quatro dias antes, mas não seguiu as recomendações médicas e prosseguiu com sua agenda de shows. No sábado, Luan sentiu um mal-estar e não um mal súbito e foi levado ao hospital. Ainda, de acordo com a equipe, ele já está bem. Mas segue em casa para repouso.

O que é o mal súbito?

Especialistas da saúde explicam que “mal súbito” não é um termo médico correto. Ele designa, em geral, eventos médicos considerados repentinos e agudos, se manifesta por sintomas como a síncope (desmaio) e/ou a lipotimia (pré-desmaio), algo que pode ser causado por várias doenças diferentes. Se trata, na verdade, de uma queda de pressão súbita seguida por parada cardíaca.

Quais são os sintomas do mal súbito?

Os sintomas de um ataque cardíaco em jovens são diferentes dos que acometem os pacientes com idades avançadas, surge como uma pressão ou queimação na região do tórax, chamada de dor torácica típica. Também pode ocorrer dor no peito irradiando para os braços, mandíbula, queixo e até mesmo costas.

Como prevenir parada cardíaca em jovens?

Os hábitos saudáveis são o principal meio de prevenção de ataques cardíacos em jovens. Evitar consumir álcool e cigarro, praticar exercícios físicos e ter uma alimentação balanceada. Estima-se que o ataque pode ser reduzido em até 33% em pessoas jovens que param de fumar.

Além dos citados acima, ter uma boa qualidade do sono, evitar se preocupar com estresses do cotidiano, como do trânsito ou do trabalho, manter os índices de colesterol e a pressão arterial sob controle, também são algumas das formas de prevenção.

A sudorese fria (suor em excesso), mal-estar, náuseas e vômitos também podem ser sintomas importantes do infarto. Os médicos afirmam que um dos principais problemas da condição é que metade deles são silenciosos, ou seja, não apresentam qualquer sinal.

Como evitar esse quadro médico?

Médicos indicam que pacientes realizem, com frequência, um acompanhamento cardiológico, o que inclui controle de pressão, colesterol e diabetes, caso ocorra no paciente. Hábitos de vida saudáveis, além de atividades físicas, também são recomendados.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Variedades

É possível tratar o AVC com toxina botulínica
Luana Piovani usa vitória de Vini Jr. e declaração de 14 anos atrás para cutucar Neymar
Deixe seu comentário
Baixe o app da RÁDIO Pampa App Store Google Play

No Ar: Pampa Na Madrugada